História da formação avançada em Museologia e Patrimônio no Brasil: pioneirismo promissor da cooperação entre a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e o museu de astronomia e ciências afins

Autores

  • Luciana Ferreira da Costa Universidade Federal da Paraíba
  • Maria de Fátima Nunes Universidade de Évora
  • Teresa Cristina Moletta Scheiner Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n2.45917

Resumo

Entrevista realizada com a Coordenadora do Doutorado em Museologia e Patrimônio do Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e do Museu de Astronomia e Ciências Afins, Brasil, Professora Doutora Teresa Cristina Moletta Scheiner, em diálogo sobre as origens e práticas de ensino e investigação do primeiro programa de pós-graduação brasileiro dedicado às áreas da Museologia e do Patrimônio com o único doutorado em Museologia reconhecido no país, bem como na América do Sul. Através da entrevista são levantados os desafios e as perspectivas nacionais e internacionais deste pioneiro e promissor programa de pósgraduação no pensar e fazer entre as relações sobre Museologia, Patrimônio e Sociedade, no âmbito da área Comunicação e Informação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação do Brasil.

Palavras-chave: Museologia. Patrimônio. Programa de PósGraduação em Museologia e Patrimônio – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e Museu de Astronomia e Ciências Afins. Brasil.

https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/28431/16875

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Ferreira da Costa, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em História e Filosofia da Ciência pela Universidade de Évora. Professora da Universidade Federal da Paraíba

Maria de Fátima Nunes, Universidade de Évora

Doutora em História Cultural Moderna e Contemporânea pela Universidade de Évora. Professora Catedrática da Universidade de Évora.

Teresa Cristina Moletta Scheiner, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Publicado

2019-05-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos