Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável: uma leitura de política pública na clave da biblioteca escolar

Autores

  • Claudio Marcondes de Castro Filho Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n2.46174

Resumo

Este artigo apresenta os 17 ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), programa da Organização da Nações Unidas que visa transformar o mundo. Essa apresentação é interpretada à luz dos parâmetros da biblioteca escolar. A articulação entre o desenvolvimento sustentável e os objetivos da biblioteca escolar permite situar as contribuições no âmbito mais amplo de uma política pública para a educação. Essa articulação gerou alguns pressupostos como: possibilitar o aumento do índice de leitura; a biblioteca escolar deve fazer parte do movimento social que busca efetivar as políticas públicas educacionais e culturais; fornecer instrumental necessário para a formação, o desenvolvimento e o aprimoramento das competências do aluno; abrir um espaço de criação e de compartilhamento de experiências. Como conclusão, entendemos que a existência da biblioteca escolar pode contribuir para propor soluções para os objetivos do desenvolvimento sustentável. 

Palavras-chave: Biblioteca escolar. Desenvolvimento sustentável. Educação - Biblioteca. Política pública.

Link: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8650931/pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudio Marcondes de Castro Filho, Universidade de São Paulo

Professor do Departamento de Educação, Informação e Comunicação / Curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação na Faculdade de Filosofia Ciências e Letras da Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto.

Publicado

2019-06-05

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos