O Uso da Informação para Cidadania no Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB)

Autores

  • Júlia Maria da Silva Santos Universidade Federal da Bahia (UFBA).
  • Rodrigo Fortes de Ávila Universidade Federal da Bahia (UFBA).

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n2.46484

Resumo

Esta pesquisa explicita os aspectos relacionados ao uso da informação no exercício da cidadania. Parte da análise dos usos da informação no Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB), classificando-os de acordo com o modelo teórico de García Belsuncé (1980). Caracteriza-se por sua natureza descritiva, qualitativa/quantitativa, englobando um estudo de caso pela pesquisa documental das Fichas de Consulta Inativas (FCI’s) dos usuários. Como instrumentos para coleta de dados foram utilizados um diário de pesquisa e uma tabela. Os resultados apontam que o principal uso realizado no arquivo é o acadêmico tendo como desdobramento a baixa exploração do uso popular, demonstrando um possível distanciamento do cidadão comum. Sendo assim, recomenda-se a) o aprimoramento dos estudos de usuários (EU’s), bem dos campos de preenchimento das FCI’s; b) a promoção de ações culturais e educativas para popularização do acervo, e; c) o desenvolvimento de estudos que avaliem o impacto da escolarização no uso da informação.

Palavras-chave: Arquivo Público do Estado da Bahia. Cidadania. Uso informacional. Usuários.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v6_nesp/racin_v6_nesp_TA_GT03_0286-0301.pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Maria da Silva Santos, Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Bacharel em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Rodrigo Fortes de Ávila, Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Professor e doutorando em Ciência da Informação na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Publicado

2019-07-08

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos