Tratamento temático da informação (TTI): influência dos paradigmas físico, cognitivo e social em artigos de revisão de literatura no período de 1966-1995

Autores

  • Marisa Bräscher Universidade Federal de Santa Catarina
  • José Augusto Chaves Guimarães Unesp/Marília

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n2.46626

Resumo

Propõe o estudo das influências dos paradigmas físico, cognitivo e social em pesquisas da área de Tratamento Temático da Informação (TTI) no período de 1966 a 1995, a partir de artigos de revisão publicados no Annual Review of Information Science (Arist). A pesquisa caracteriza-se como exploratória e emprega o método de revisão da literatura: umbrella review. O corpus de pesquisa é composto de 13 capítulos de revisão do estado da arte sobre TTI publicados no Arist, nas décadas de 1966-1995. Os três paradigmas estão presentes nas pesquisas de TTI relatadas nos artigos de revisão e observa-se maior evidência dos paradigmas físico e físico-cognitivo. Os paradigmas cognitivo e social foram evidenciados em apenas um artigo cada um. Conclui que o TTI acompanha as visões predominantes na ciência da informação quanto às influências epistemológicas.

Palavras-chave: Tratamento Temático da Informação. Paradigma Físico. Paradigma Cognitivo. Paradigma Social.

Link:http://revista.ibict.br/liinc/article/view/4347

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marisa Bräscher, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Ciência da Informação. Professora associada da Universidade Federal de Santa Catarina

José Augusto Chaves Guimarães, Unesp/Marília

Doutor em Comunicação. Professor titular da Universidade Estadual Paulista (Unesp/Marília)

Publicado

2019-07-08

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos