Nós, os outros e os arquivos na construção de identidades

Resumo

Partindo da experiência da autora enquanto arquivista, investigadora de historia e responsável por um serviço de arquivo definitivo, aborda-se a relação entre memória, identidade e documentação de arquivo, em dois domínios diferentes mas cruzados. Um primeiro, reconstituindo procedimentos da administração e governo portugueses nas décadas iniciais do séc. XIX, quanto a documentos produzidos sob a ocupação francesa e, mais tarde, durante o governo miguelista derrotado no contexto da guerra civil em Portugal. Um segundo, refletindo sobre termos utilizados na descrição de património arquivístico comum e a incidência que têm nas formas de recuperar a informação e na amplitude de uso deste património.
Publicado
2019-07-30
Seção
Memória