O Twitter nas bibliotecas universitárias federais do Sul do Brasil: um estudo cibermétrico

  • Eduardo Silveira Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação, Florianópolis, SC, Brasil https://orcid.org/0000-0001-7965-1284
  • Raffaela Dayane Afonso Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação, Florianópolis, SC, Brasil https://orcid.org/0000-0002-2254-1639
  • Márcio Matias Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação, Florianópolis, SC, Brasil https://orcid.org/0000-0002-4728-3592

Resumo

Pretende -se, com este artigo, investigar o comportamento dos perfis das contas de Twitter das bibliotecas universitárias federais do sul do Brasil, com o aporte de um dos subcampos dos estudos métricos da informação. Para tanto, como fundamentação teórica tiveram pauta o ciberespaço, as mídias sociais, o Twitter e a cibermetria. A metodologia tem caráter descritivo e com abordagem nométodo quantitativo. Foram identificadas dez bibliotecas universitárias federais com o perfil na rede social Twitter. A partir de então, os perfis foram analisados quanto a o tempo de criação, à luminosidade, à visibilidade, a o fator de impacto e à disponibilidade de informação. Por meio de alguns resultados encontrados, percebeu-se que a maioria dos perfis tem em torno de sete anos de existência.Em relação ao fator de impacto, a maior incidência dos perfis detém fator baixo. O perfil da UFSC é o de maior destaque na pesquisa, além de ser o que mais disponibiliza informação aos seus seguidores. Constatou-se que a cibermetria contribui para medir, verificar e avaliar as informações dentro do cibere espaço e das mídias sociais. Palavras - chave: Bibliotecas universitárias. Cibermetria. Twitter. http://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/11153/18564

Biografia do Autor

Eduardo Silveira, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação, Florianópolis, SC, Brasil
Doutorando em Ciência da Informação na Universidade Federal de Santa Catarina na linha de pesquisa Informação, Gestão e Tecnologia. Possui mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina, graduação em Biblioteconomia - Habilitação em Gestão da Informação pela Universidade do Estado de Santa Catarina e graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui experiência em Biblioteca Universitária, Jurídica e Arquivo Jurídico. Linhas de pesquisa de interesse: Estudos Métricos da Informação, com ênfase na Webometria (Análise de links e citações/menções web), Serviço de Referência, Catalogação e Contabilidade para não contadores. Integra o Grupo de Pesquisa ITI-RG ligado ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina PGCIN/UFSC.
Raffaela Dayane Afonso, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação, Florianópolis, SC, Brasil
Mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil(2017). Bibliotecária do MBS - Educação Empresarial Ltda ME , Brasil.
Márcio Matias, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação, Florianópolis, SC, Brasil
Professor de Graduação e de Pós-Graduação em Ciência da Informação. Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, Mestre em Ergonomia, com graduação em Ciência da Computação. Atualmente é professor adjunto, Chefe do Departamento de Ciência da Informação da UFSC e membro do grupo de pesquisa ITI-RG (Inteligência, Tecnologia e Informação), atuando nos temas: Tecnologias da Informação e da Comunicação, Recuperação da informação, Inteligência, Arquitetura da Informação, Usabilidade, User Experience, Visualização da Informação, Realidade Aumentada, Webometria, Cibermetria, Inovação.
Publicado
2019-09-09
Seção
Resumos de artigos científicos