Apropriação da terminologia ‘uso consciente de medicamentos’ visando à promoção da saúde global

Autores

  • Maria Fernanda Turbay Palodeto Universidade Católica do Paraná
  • Marta Luciane Fischer Universidade Católica do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n3.47895

Resumo

A inserção dos medicamentos nas práticas de consumo consciente representa um potencial de aliada na promoção da saúde global; assim, objetivou-se mapear a aplicação da terminologia uso consciente de medicamentos. Realizou-se uma revisão documental integrativa quantitativa com a categorização de 124 textos científicos e 400 conteúdos digitais. Os resultados atestaram incompatibilidade de sinonímia com a terminologia uso racional de medicamentos, uma vez que esta não contempla as dimensões econômicas, sociais, psicológicas, ambientais, de comunicação e de valores éticos na decisão de como usufruir dos medicamentos. A implementação e consolidação da terminologia deve subsidiar políticas educacionais e de comunicação e, consequentemente, a instrumentalização para a prática do autocuidado e cuidado com o outro e com o ambiente, ao ressignificar o mecanismo saúde/doença e compreender os processos envolvidos na pesquisa, produção, distribuição e descarte de medicamentos.

Palavras-chave: Autocuidado; Automedicação; Educação em Saúde; Impacto ambiental; Uso de Medicamentos; Terminología.

Link: https://www.reciis.icict.fiocruz.br/index.php/reciis/article/view/1438/2261

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Fernanda Turbay Palodeto, Universidade Católica do Paraná

Universidade Católica do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Bioética. Curitiba, PR, Brasil.

Marta Luciane Fischer, Universidade Católica do Paraná

Universidade Católica do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Bioética. Curitiba, PR, Brasil.

Publicado

2019-09-09

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos