Tesauros e ontologias como modelos de sistemas de organização do conhecimento

Autores

  • Walter Moreira Universidade Estadual Paulista (UNESP)

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n3.47986

Resumo

Discute os conceitos de organização e representação do conhecimento como subsídios para a compreensão dos tesauros e das ontologias enquanto modalidades de sistemas de organização do conhecimento. A análise das relações de complementaridade entre ambos os instrumentos faz-se necessária para reafirmar a concepção de que o aspecto tecnológico e, principalmente, categorial mais os aproxima do que os isola. Subordinando, portanto, os conceitos de tesauro e de ontologias ao conceito mais amplo de sistemas de organização do conhecimento, reflete sobre algumas de suas implicações teóricas e aplicadas. Tais reflexões são orientadas pelo modo como cada instrumento compreende as relações conceituais associativas. Conclui-se que o aparato tecnológico que se utiliza para a caracterização dos conceitos e de suas relações nas ontologias contribui para a construção de tesauros mais sofisticados do ponto de vista da explicitação dos conceitos e das relações conceituais que visa estabelecer. Em outra direção e de modo complementar, o modelo de análise categorial e facetado empregado na construção de tesauros também contribui para a construção de ontologias semântica e estruturalmente mais densas.

Palavras chave: Sistemas de organização do conhecimento. Tesauros. Ontologias. Organização e representação do conhecimento.

http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/8277/5643

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walter Moreira, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Faculdade de Filosofia de Ciências (FFC) Departamento de Ciência da Informação (DCI).

Publicado

2019-09-09

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos