Tesauros e ontologias como modelos de sistemas de organização do conhecimento

  • Walter Moreira Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Resumo

Discute os conceitos de organização e representação do conhecimento como subsídios para a compreensão dos tesauros e das ontologias enquanto modalidades de sistemas de organização do conhecimento. A análise das relações de complementaridade entre ambos os instrumentos faz-se necessária para reafirmar a concepção de que o aspecto tecnológico e, principalmente, categorial mais os aproxima do que os isola. Subordinando, portanto, os conceitos de tesauro e de ontologias ao conceito mais amplo de sistemas de organização do conhecimento, reflete sobre algumas de suas implicações teóricas e aplicadas. Tais reflexões são orientadas pelo modo como cada instrumento compreende as relações conceituais associativas. Conclui-se que o aparato tecnológico que se utiliza para a caracterização dos conceitos e de suas relações nas ontologias contribui para a construção de tesauros mais sofisticados do ponto de vista da explicitação dos conceitos e das relações conceituais que visa estabelecer. Em outra direção e de modo complementar, o modelo de análise categorial e facetado empregado na construção de tesauros também contribui para a construção de ontologias semântica e estruturalmente mais densas.

Palavras chave: Sistemas de organização do conhecimento. Tesauros. Ontologias. Organização e representação do conhecimento.

http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/8277/5643

Biografia do Autor

Walter Moreira, Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Faculdade de Filosofia de Ciências (FFC) Departamento de Ciência da Informação (DCI).
Publicado
2019-09-09
Seção
Resumos de artigos científicos