Perspectivas discursivas na formação do conceito de descrição da informação em Arquivística

  • Wanessa Martins Rodrigues Bacharela em Arquivologia pela UFPA. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFPA. Bolsista CAPES de Mestrado.
  • Thiago Henrique Bragato Barros Professor adjunto no Departamento de Ciência da Informação da UFRGS e dos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Pará- UFPA e UFRGS.
  • João Batista Ernesto de Moraes Doutor em Estudos Literários. Professor Adjunto no Departamento de Ciência da Informação da UNESP.

Resumo

Apresenta-se os conceitos de Análise do Discurso baseado na escola francesa que tem como precursor Michel Pechêux, dessa maneira o referencial teórico está delimitado à tradição francesa em Análise do Discurso, baseia-se nos autores Michel Pêcheux e Eni Pulcinele Orlandi, precursora dessa linha de Análise do Discurso no Brasil. A metodologia de pesquisa utilizada foi a análise bibliográfica e documental concernente à literatura da Arquivística e da Análise do Discurso. Apresenta conceitos de “descrição arquivística” por meio de recortes textuais retirados de instrumentos de descrição e normalização arquivística, como o Manual de Arranjo e Descrição de Arquivos, escrita por S. Muller, J. A. Feith e R. Fruin e publicada em 1898, traduzida para o português brasileiro e publicada em 1973, e a Norma Internacional de Descrição Arquivística - ISAD (G) publicada em 2000 pelo Conselho Nacional de Arquivos, bem como de produções intelectuais dentre essas a obra de Georgete Medleg Rodrigues (2003) e a dissertação de Flávia Carneiro Leão (2006). Buscou inferir o sentido e a recorrência do conceito de “descrição arquivística” apresentados nos trabalhos anteriormente mencionados. O referido artigo é parte da produção da dissertação que se encontra em andamento. A partir da análise dissertativa aplicada aos recortes textuais foi possível identificar que o fator contextual é fundamental para a produção de sentido no conceito de descrição, esta afirmação se confirma pela recorrência com que o termo é apresentado. Sendo possível concluir que a atividade de descrição arquivística é uma atividade intelectual de pesquisa documental. O presente trabalho é importante no sentido de abrir caminhos para uma compreensão mais ampla em relação a formação e percurso de seus conceitos constituintes. Palavras-chave: Análise do Discurso. Descrição Arquivística. Conceito de Descrição. Link: https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/744/pdf
Publicado
2019-09-21
Seção
Resumos de artigos científicos