Dos níveis da memória aos seus desdobramentos infotecnicistas na sociedade da informação

Autores

  • Mardochée Ogécime Universidade Federal de Minas Gerais
  • Rubens Alves Silva Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n4.49074

Resumo

O presente artigo consiste em analisar os níveis da memória a partir da perspectiva de Assmann (2008). De uma revisão sistemática acerca da temática, institui-se uma visão sobre a dimensão da memória interna (neuronal), social e cultural nas relações humanas, materiais e imateriais entre grupos. Empreende-se um diálogo teórico-analítico com a História, a Sociologia, a Antropologia, a Ciência da Informação, a Psicologia Social e outras áreas das Ciências Sociais que são apresentadas não de modo estanque, mas que participam na análise deste objeto polissêmico, formado não na abstração da norma, mas entrelaçado aos mundos de pessoas e as dinâmicas sociais. Em seguida, relaciona-se o nível da dimensão cultural da memória com as categorias da sociedade da informação na sua tríplice imersão: como uma transição econômica, projeto político e normais sociais, para discutir a dimensão tecnicista da memória cuja tendência moderna se caracteriza pelo uso/utilização e hiperindustrialização de ‘tecnologia mnêmica’ pela performance e desenvolvimento dos indivíduos, organizações e sociedades.

Palavras-chave: Memória-Informação. Cultura-Sociedade. Sociedade da Informação. Tecnologia mnêmica. Ciência da informação. Psicologia Social

Link: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/45107/22854

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mardochée Ogécime, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia, Brasil. Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. Consultor do Nous Sense-making - NOUS, Brasil.

Rubens Alves Silva, Universidade de São Paulo

Doutor em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo, Brasil. Professor da Escola de Ciência da Informação da Universi-dade Federal de Minas Gerais, Brasil. Pesquisador do Núcleo de Antropologia da Performance e do Drama da Universidade de São Paulo, Brasil.      

Publicado

2019-11-18

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos