Padrão de colaboração e coautoria no campo de turismo: análises bibliométricas e de redes em 14 periódicos científicos brasileiros (1990-2016)

Autores

  • André Fontan Köhler Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil
  • Luciano Antonio Digiampietri Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil;
  • Gabriela Sarro de Almeida Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil;

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2019v14n4.49690

Resumo

Neste trabalho, são analisados os artigos publicados em 14 periódicos brasileiros de turismo (de 1990 a 2016). Os objetivos são identificar os padrões de coautoria e verificar a importância de atores para a rede. A metodologia consiste em análise bibliométrica e de redes sociais. As redes de autores e instituições são robustas, não dependendo de um ator central. O campo é marcado pela grande fragmentação, sem uma abordagem teórica unificada. As redes de autores e instituições são formadas por um grupo central – com os nós mais importantes e produtivos – e uma “periferia”, composta por pequenos grupos com baixa produção.

Palavras-chave: Turismo. Periódicos científicos. Análise bibliométrica e de redes sociais.

Link: https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/83154/52402

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Fontan Köhler, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil

Doutor

Luciano Antonio Digiampietri , Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil;

Doutor

Gabriela Sarro de Almeida , Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil;

Bacharel

Publicado

2019-12-11

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos