Políticas de informação em saúde: uma análise na incidência de tuberculose no município de Brejo Santo-CE

Autores

  • Pollianna Marys de Souza e Silva Universidade Federal da Paraíba
  • Renice Gomes Leite Silveira UNIPÊ
  • Larissa Fernandes da Silva Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.0vn0.52989

Resumo

Na Era Digital em que vivemos, a informação passa a ser adquirida, organizada e compartilhada a partir da praticidade impulsionada pela dinamização da internet e das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). O objetivo deste estudo foi determinar a incidência de tuberculose (TB) no município de Brejo Santo-CE entre os anos de 2007 a 2010. Realizou-se uma pesquisa documental com abordagem quantitativa em que foram observados os casos de TB notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Os dados foram analisados através da estatística simples, levando em consideração as seguintes variáveis: sexo, faixa etária, forma clínica e região. Foram encontrados 44 casos da doença. Não houve diferença entre ambos os sexos, a idade variou de 02 a 80 anos, a forma clínica predominante foi a pulmonar e a região urbana a mais acometida. Os resultados obtidos possibilitaram conhecer a situação epidemiologica atual da TB no município de Brejo Santo-CE entre os anos de 2007 a 2010, e avaliar de forma indireta, a qualidade do serviço de saúde municipal. O conhecimento do perfil socioeconômico do agravo TB se faz importante para nortear as políticas de saúde pública e direcionar os profissionais de saúde quanto às ações de controle e prevenção.

Palavras-chave: Políticas de Informação em Saúde. Doença Infectocontagiosa. Disseminação da Informação.

Link: http://revista.ibict.br/p2p/article/view/4968/4263

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pollianna Marys de Souza e Silva, Universidade Federal da Paraíba

Doutoranda no Programada de Pós-Graduação em Ciência da Informação – PPGCI/UFPB, Mestre em Serviço Social pela UFPB, Especialista em Análise de Situação em Saúde pelo Instituto de Saúde Pública e Patologia vinculada à Fundação Oswaldo Cruz, Bacharel em Fisioterapia pelo UNIPÊ, Fisioterapeuta Efetiva do Estado da  Paraíba – Fisioterapeuta Platonista da UTI/UCI/Método Canguru da Maternidade Frei Damião e Fisioterapeuta Efetiva do Estado do Rio Grande do Norte – Coordenadora do Núcleo de Educação Permanente do Hospital Regional Monsenhor Antônio Barros.

Renice Gomes Leite Silveira, UNIPÊ

Graduada em Fisioterapia pelo UNIPÊ, Especialista em Saúde da Família pela FIP, Especialista em Fisioterapia
Respiratória e Cardíaca pelo Centro Universitário São Camilo e Especialista em Geriatria pela Faculdade FAVENI.

Larissa Fernandes da Silva, Universidade Federal da Paraíba

Doutoranda e Mestre do Programada de Pós-Graduação em Ciência da Informação – PPGCI/UFPB, Bacharel em
Arquivologia pela UEPB.

Publicado

2020-06-30

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos