Gestão do conhecimento em repositórios digitais: perfil das instituições brasileiras

Autores

  • Luciana Souza Universidade Federal de Minas Gerais
  • Elisângela Aganette Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.0vn0.53214

Resumo

O presente artigo busca verificar iniciativas de gestão do conhecimento realizadas por instituiçõesbrasileiras por meio do uso de repositórios digitais. Apresenta reflexões sobre a gestão doconhecimento organizacional e sobre os repositórios como ferramentas de gestão do conhecimento.Com o objetivo de verificar as instituições que estão inseridas nesse contexto, foi realizada umapesquisa de caráter quantitativo, que identificou o perfil das instituições que possuem repositóriosinstitucionais de acesso aberto para organização e divulgação do conhecimento produzido. Osresultados indicaram que as instituições que mais adotam os repositórios estão vinculadas ao poderpúblico federal e atuam na área de ensino superior. A essa conclusão pode-se atribuir o fato deincentivos proporcionados pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia paraodesenvolvimento de repositórios em Instituições de Ensino Superior para abrigar a produção científicado país. Dessa forma, compreende-se a importância dos repositórios institucionais como instrumentode gestão, preservação e disseminação do conhecimento organizacional produzido.

Palavras-chave:Gestão do conhecimento. Repositórios institucionais. Comunicação científica.Acesso à informação.

Link: https://periodicos.ufpb.br/index.php/itec/article/view/44829/27747

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Souza, Universidade Federal de Minas Gerais

 

 

Elisângela Aganette, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorado em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil(2015)
Membro benemérito da Associação de Bibliotecários de Minas Gerais , Brasil.

Publicado

2020-06-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos