Por uma epistéme mediacional na Ciência da Informação

Autores

  • Jefferson Veras Nunes Universidade Federal do Ceará
  • Lídia Eugênia Cavalcante Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.0vn0.53446

Resumo

Valendo-se de uma abordagem teórico-conceitual, este estudo tem como objetivo discutir o conceito de mediação sob diferentes olhares, de modo a apontar a existência de uma epistéme mediacional na Ciência da Informação (CI). Parte-se do pressuposto de que a mediação colabora diretamente para uma reorientação da agenda de pesquisa do campo, ao possibilitar a composição de bases teóricas pelas quais se pode abordar não só as condições materiais e técnicas que perpassam a natureza da informação, mas, também, o seu caráter social. Assim, tendo como eixo o pressuposto apontado acima, discute-se o conceito de mediação e o modo como a Ciência da Informação tem definido o termo, onde são apresentados aspectos da área que o enfocam a partir das expressões mediação da informação e mediação cultural e a sua inserção nas Ciências Sociais. Nesse contexto, a pesquisa em foco visitou o Diretório de Grupos de Pesquisa, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com o intuito de identificar os grupos de pesquisa nos quais a palavra mediação consta diretamente em suas nomeações. A existência de uma significativa variedade de grupos e linhas de pesquisa voltados ao estudo da mediação revela uma inserção cada vez maior da temática no campo, levando a observar, ainda, que, através das pesquisas realizadas em torno dela, está a se constituir uma espécie de paradigma por meio do qual agregam-se pesquisadores interessados no tema, ampliando o foco e a complexidade do debate teórico-conceitual na área.

Palavras-chave: Mediação da Informação. Mediação Cultural. Paradigma Mediacional. Epistéme Mediacional.

Link: https://revistas.ancib.org/index.php/tpbci/article/view/413

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jefferson Veras Nunes, Universidade Federal do Ceará

Possui doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2014), mestrado em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (2010) e graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará (2007). É professor adjunto do Departamento de Ciências da Informação da Universidade Federal do Ceará (DCINF-UFC), e professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI-UFC).Tem experiência em temas relacionados a processos ensino-aprendizagem, práticas informacionais, mediação e uso da informação, aspectos históricos e epistemológicos da Ciência da Informação.

Lídia Eugênia Cavalcante, Universidade Federal do Ceará

Pós-doutora em Ciência da Informação pela Université de Montréal - Canadá, com pesquisa sobre memória e patrimônio digital: políticas e ações em bibliotecas públicas. Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Especialista em Teorias da Comunicação e da Imagem (UFC). Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Ceará. É professora associada III do Departamento de Ciências da Informação, da Universidade Federal do Ceará e coordenadora do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação da UFC/PPGCI (2016-2017). Tem experiência na área de Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: mediação da informação e da leitura, tecnologia social e desenvolvimento local, memória social e patrimônio, competência em informação, aprendizagem colaborativa e educação a distância e inovação social.

Publicado

2020-06-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos