Os Paiter-Suruí e a apropriação social da tecnologia, informação e comunicação: da memória oral para a memória digital

Autores

  • Walace Soares de Oliveira USP
  • Marco Antonio de Almeida USP

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.0vn0.53612

Resumo

Introdução: Neste trabalho, pautou-se por uma abordagem histórico-sociológica, com o intento de empregar o diálogo conceitual das ciências sociais com os conceitos informacionais na reorganização da cultura da etnia Paiter-Suruí em sua relação com a cultura contemporânea e o mundo digital. Muito além das permutas e imposições culturais, o imperativo da aquisição pela apropriação social da tecnologia, comunicação e informação (TIC’s) oportunizou adaptação e resistência cultural dos Paiter-Suruí a sociedade em rede. Objetivo: O trabalho propõe apresentar o processo de transição da memória oral para a memória digital.  Metodologia: Estudo de caso com levantamento documental do período de 2006 até os dias atuais da parceria dos Paiter-Suruí com a Google Inc., revisão bibliográfica da ciência da informação dialogando com as Ciências Sociais. Resultados: A pesquisa revela o processo de transição cultural pela apropriação social, reflete suas consequências prós, contra e perspectivas. Conclusões: A apropriação social não substituiu sua tradição oral. Ampliaram-se as expressões, a mídia digital, passou a ser uma de suas apresentações. A preservação da cultura continua sendo pela oralidade, porém, o compartilhamento virtual com outras culturas os anuncia ao mundo. Suas fronteiras se estenderam para além do território real, a sua expansão virtual lhes permitiu visibilidade e que agora sua voz ecoasse.

Palavras-chave: Recuperação da Informação. Organização da Informação. Compartilhamento da Informação. Fontes de Informação.

Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/36185/pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walace Soares de Oliveira, USP

Doutorando em Ciência da Informação na Universidade de São Paulo (USP). Professor EBTT
DE de Sociologia. Coordenador Geral da Rede e-Tec Brasil/IFRO, Direção de Educação a
Distância. 

Marco Antonio de Almeida, USP

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Docente no
Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de São Paulo (USP).

Publicado

2020-06-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos