Perspectiva das pesquisas em Ciência da Informação no Brasil sobre mídias sociais e políticas

Autores

  • Angela Maria Grossi de Carvalho UNESP
  • Maira Nani França UNESP
  • Gabriel Henrique de Oliveira Lopes UNESP

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.0vn0.53613

Resumo

Introdução: A compreensão dos fenômenos políticos e as redes sociais (laços) nas mídias sociais permite refletir as formas com que os atores se conectam, influenciam e se relacionam na sociedade contemporânea. Objetivo: Identificar as contribuições das pesquisas da Ciência da Informação sobre Mídias sociais Políticas, desde a concepção de política pública, até a ação social voltada à política. Metodologia: Os documentos recuperados foram submetidos à análise bibliométrica e cronológica do conteúdo associado com fatos que marcaram história no Brasil e no mundo. Resultados: As produções científicas da Ciência da Informação no domínio analisado têm sido desenvolvidas desde 2007, com uma elite de pesquisadores e uma comunidade epistêmica em formação. O período de maior produtividade foi 2014, com discussões sobre o papel das mídias sociais na organização de mobilizações, manifestações, participação política, governo eletrônico e políticas públicas, contribuindo para o delineamento temático da área, acompanhamento de sua evolução e seu âmbito de aplicação. Conclusões: Nos últimos dez anos, observou-se um crescimento considerável da produção científica da Ciência da Informação na imbricação dos campos informacional, tecnológico e político, dada sua complexidade e relevância.   Palavras-chave: Rede social. Mídias sociais. Políticas de informação. Direito à informação. Acesso à informação pública.   Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/34847/pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Angela Maria Grossi de Carvalho, UNESP

 Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
(UNESP). Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade
Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). 

Maira Nani França, UNESP

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Bibliotecária-Documentalista
da Universidade Federal de Uberlândia 

Gabriel Henrique de Oliveira Lopes, UNESP

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade
Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). 

Publicado

2020-06-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos