Identidade padrão de comunicação digital do Governo Federal: uma análise à luz da metodologia Common Assessment Framework

Resumo

O presente artigo apresenta a avaliação da Identidade Padrão de Comunicação Digital do Governo Federal (IDG) no âmbito da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), realizada através da ferramenta de autoavaliação Common Assessment Framework (CAF), a qual consiste em um Modelo de Gestão da Qualidade Total desenvolvido para uso na Administração Pública Europeia, cuja inspiração reside no Modelo de Excelência da Fundação Europeia para a Gestão de Qualidade. A IDG tem como premissas o foco no cidadão, a experiência digital comum, a acessibilidade e a economicidade. Trata-se de um conjunto de diretrizes, orientações, padrões e modelos criados pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM) para padronizar os sites do Governo Federal. Diante das finalidades para as quais essa identidade foi criada, bem como a ampla abrangência e importância que ela detém perante o cidadão, viu-se a necessidade de investigar se as premissas definidas na IDG são atendidas na visão usuários que navegam nas referidas páginas governamentais, assim como na visão dos conteudistas que realizam as postagens dos conteúdos e atualizam as páginas web. Para tanto, realizou-se uma pesquisa exploratória junto aos usuários que acessam o site de duas Pró-Reitoras da UFPB, divididos em três categorias: os discentes que navegam no site da Pró-Reitoria de Assistência e Promoção ao Estudante (PRAPE); a comunidade externa que frequenta a UFPB, mas não possui nenhum tipo de vinculo com a instituição, mas acessa o site da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PRAC); e os conteudistas de ambas as Pró-Reitorias. Os resultado apontaram  que os usuários identificam as premissas definidas pela IDG, a sua experiência única de navegação, seus elementos de acessibilidade e usabilidade, assim como, a sua importância para economia de recursos humanos e financeiros.

Palavras-chave: Governo Eletrônico.Comunicação Digital.Gestão da Qualidade.Common Assessment Framework.

Link: http://revista.ibict.br/p2p/article/view/5147

Biografia do Autor

Eládio José de Góes Brennand, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Doutor em Ciências pela Université Libre de Bruxelles ULB, com Pós-Doutorado nas instituições GANIL (França), IReS (França), INF (Itália) e ULB (Bélgica) com bolsa do FNRS/ União Europeia. Mestre e Bacharel em Física pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Professor Associado da UFPB. Pesquisador visitante no Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE/UFPB (2003 a 2006). Coordenador do Curso de Especialização em Cabo Verde no Projeto Africanidade e docente do mesmo Projeto em Guiné Bissau.

Mateus Lins de Oliveira, Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Mestre em Gestão pelo Programa de Pós-Graduação em Gestão nas Organizações Aprendentes da UFPB (2018). Graduado em Processamento de Dados pela Associação Paraibana de Ensino Renovado e em Administração Pública pela Universidade Estadual da Paraíba - UEPB. Especialista em Direito Administrativo e Gestão Pública pela Faculdades Integradas de Patos (2009). Atualmente é Servidor Técnico Administrativo no Superintendência de Tecnologia da Universidade Federal da Paraíba -UFPB

Publicado
2020-09-11
Seção
Resumos de artigos científicos