Modelos de maturidade em gestão por processos de negócios (BPM): um estudo terciário

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.55658

Resumo

A gestão por processo de negócio (BPM) tem se mostrado efetiva no alcance de melhores resultados para as organizações e seus stakeholders. A implantação deste modelo de gestão demanda elevado nível de esforço e foram desenvolvidos modelos de avaliação da maturidade em BPM, que conseguem apontar lacunas e direcionam as ações para aprimoramento do BPM na organização. Devido à necessidade de consolidação e análise crítica dos trabalhos elaborados acerca dos modelos de maturidade em gestão por processos, a pesquisa tem como objetivo realizar um estudo terciário, identificando os vieses entre os levantamentos feitos pelos autores, as problemáticas abordadas, os temas discutidos, as lacunas de pesquisa apontadas e outros aspectos relevantes, como as características dos modelos de maturidade em gestão de processos existentes na literatura. Foram analisadas publicações contidas nas bases Science Direct, EBSCO, Scielo, Emerald Insight, Semantic Scholars, Springer link, ACM Digital Library, Web of Science (CAPES) e Wiley, e recuperadas 11 revisões que tratam do tema BPM. Os principais modelos encontrados foram CMM, Process Management Capability Framework, OMG’s Business Process Maturity Model e o Spice, que tiveram como origem principal os modelos originados para avaliar de empresas de software. A principal lacuna apontada pelos trabalhos se refere à falta de aplicação empírica dos modelos desenvolvidos apenas no âmbito teórico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eric de Paula Ferreira, Universidade FUMEC

Doutor em Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento pela Universidade FUMEC.

Professor da Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG

Downloads

Publicado

2020-11-19

Edição

Seção

Pesquisas em andamento