Promoção de competências infocomunicacionais: um relato de experiência com estudantes do ensino médio

Autores

  • Gleise da Silva Brandão Universidade Federal da Bahia
  • Jussara Borges de Lima Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Mirna Pereira Galiza Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56413

Resumo

Relata-se a experiência do desenvolvimento de um modelo de formação em competências infocomunicacionais voltado ao ensino médio. O modelo foi testado a partir de um curso semi-presencial com um grupo de estudantes de nível médio na cidade de Salvador, no Brasil, através da plataforma Moodle. Adotou-se uma metodologia interativa, com a utilização de objetos de aprendizagem digitais e uma linguagem próxima do interlocutor por meio de diversos meios de comunicação (email, Whatsappe fóruns de discussão). Os resultados indicaram que o curso contribuiu para a conscientização quanto ao uso eficaz da informação e da comunicação, bem como suas ferramentas. Conclui-se que os estudantes fizeram associações diretas com a sua realidade, buscando exemplos de seu cotidiano para a resolução de problemas propostos.

Palavras chave: Competências infocomunicacionais. Competência em informação. Competência em comunicação. Educação a distância. Ensino médio.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v7_n2/racin_v7_n2_artigo01.pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gleise da Silva Brandão, Universidade Federal da Bahia

Professora da Universidade Federal da Bahia. Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia. Possui graduação em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (2013) e mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia (2017). Atualmente é docente em curso de extensão realizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e membro do Grupo de Estudos de Políticas de Informação, Comunicações e Conhecimento (Gepicc) e do Grupo de Pesquisa em Comportamento e Competências Infocomunicacionais (InfoCom). Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Arquivologia, atuando principalmente nos seguintes temas: mediação da informação, competência em informação, competências infocomunicacionais.

Jussara Borges de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997), mestrado em Ciência da Informação (2005) e doutorado em Comunicação e Cultura Contemporâneas (2011), ambos pela Universidade Federal da Bahia. Realizou estágio doutoral na Universidade de Aveiro, Portugal (2010) e pós-doutoral na Universidade Carlos III de Madrid (2016). É professora permanente dos Programas de Pós-Graduada em Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia (PPGCI-UFBA) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGCIN-UFRGS). Pesquisa e tem publicações da área de Informação e Comunicação, com ênfase em competências infocomunicacionais e a participação social de indivíduos e organizações. Foi bolsista de pós-doutorado no exterior pelo CNPq entre 2015 e 2016. Foi coordenadora do curso de Arquivologia noturno da UFBA e líder do Grupo de Estudos de Políticas de Informação, Comunicações e Conhecimento (Gepicc). Atualmente é docente na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e líder do Grupo de Pesquisa em Comportamento e Competências Infocomunicacionais (InfoCom).

Mirna Pereira Galiza, Universidade Federal da Bahia

Graduanda em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), bolsista de extensão do projeto "Promoção de competências infocomunicacionais entre estudantes de ensino médio" orientado pela professora Jussara Borges de Lima.

Publicado

2020-12-08

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos