Indicadores bibliométricos na produção científica em periódicos brasileiros da Ciência da Informação no Estrato A1

Autores

  • Joana Carlos Beira Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Marília Catarina Andrade Gontijo Universidade Federal de Minas Gerais, MG, Brasil.
  • Jorge Santa Anna Universidade Federal de Minas Gerais, MG, Brasil.
  • Benildes Coura Moreira dos Santos Maculan Universidade Federal de Minas Gerais, MG, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56593

Resumo

Os estudos bibliométricos vêm se consolidando como métodos rigorosos de pesquisa científica,
cuja contribuição não está voltada, apenas, à quantificação da produção científica, mas a propósitos muito
mais abrangentes. Esses estudos, por meio de indicadores, possibilitam identificar a qualidade, a atividade e o
impacto científico, além das associações temáticas. Objetivo: Apresenta resultados de uma pesquisa de
abordagem mista, com o propósito de analisar os indicadores utilizados nas pesquisas desenvolvidas pela
Ciência da Informação, considerando os artigos publicados em periódicos brasileiros de classificação no
estrato A1 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, avaliação essa referente ao
quadriênio 2013-2016. Metodologia: A pesquisa se caracteriza como descritiva e bibliográfica, além de
recorrer às técnicas bibliométricas e método de análise de conteúdo como procedimentos metodológicos. A
princípio, foi realizado levantamento bibliográfico, a fim de caracterizar Bibliometria e indicadores
bibliométricos. Em seguida, procedeu-se à busca de artigos que abordassem o uso de indicadores, cujos
trabalhos selecionados foram alinhados às tipologias de indicadores. Conclusões: Os resultados revelaram
que o indicador de atividade científica contempla a maioria dos trabalhos analisados, e as conclusões
demonstraram que todos os indicadores estão representados nas pesquisas publicadas no Brasil, confirmando
o que está registrado na literatura, acerca das características de cada indicador, em que cada um deles
apresenta enfoques e abordagens diferenciados, de modo que possibilitam mapear diversas variáveis
relacionadas a uma área ou disciplina de conhecimento.

 

Palavras-chave: Bibliometria. Indicadores bibliométricos. Atividade científica. Desenvolvimento científico.

 

Link: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1660

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joana Carlos Beira, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Gestão e Organização do Conhecimento (PPGGOC), Escola de Ciência da Informação (ECI), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). 

Marília Catarina Andrade Gontijo, Universidade Federal de Minas Gerais, MG, Brasil.

2Mestra em Gestão e Organização do Conhecimento, ECI/UFMG. 

Jorge Santa Anna, Universidade Federal de Minas Gerais, MG, Brasil.

Mestre em Gestão e Organização do Conhecimento. Doutorando no PPGGOC, ECI/UFMG. Bolsista da CAPES. 

Benildes Coura Moreira dos Santos Maculan, Universidade Federal de Minas Gerais, MG, Brasil.

Doutora em Ciência da Informação, Professora Adjunto na ECI/UFMG e pesquisadora do PPGGOC/UFMG. 

Publicado

2020-12-26

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos