As bibliotecas escolares da rede pública estadual do município Florianópolis – Santa Catarina: relato de pesquisa

Autores

  • Viviane Carolina de Paula Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Maria Lourdes Blatt Ohira Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.
  • Orestes Trevisol Neto Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56594

Resumo

Em março de 2017, o Diagnóstico das Bibliotecas Escolares em Santa Catarina foi iniciado pelo
Conselho Regional de Biblioteconomia - 14º Região. O objetivo dessa pesquisa é analisar os dados coletados
durante as visitas de fiscalização às bibliotecas das unidades escolares da Rede Estadual de Ensino, localizadas
no município de Florianópolis. Foi utilizado um formulário para coleta das informações, com base nos
parâmetros para bibliotecas escolares e na Lei 12.244/2010. Foi possível inferir que as condições foram
consideradas, em sua maioria, no nível básico, em função das condições ambientais, ausência de um padrão de
organização do acervo, pouca diversificação de serviços e atividades oferecidas pelas bibliotecas, e,
principalmente, a ausência de profissionais capacitados e qualificados na gestão das bibliotecas escolares.
Espera-se que a sociedade, os profissionais, os gestores públicos e os órgãos de classe juntem esforços no
sentido de fazer cumprir a Lei 12.244/2010 e mudar a conduta cultural com relação às bibliotecas escolares,
tornando-as instrumentos de apoio ao processo ensino-aprendizagem e um espaço lúdico para ler, escrever,
sonhar e criar.


Palavras-chave: Biblioteca Escolar. Escolas Públicas Estaduais. Florianópolis. Santa Catarina.

 

Link: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1699

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviane Carolina de Paula, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Gestão de Unidades de Informação da Universidade do Estado de Santa Catarina. Graduação em Biblioteconomia. 

Maria Lourdes Blatt Ohira, Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

Mestrado em Biblioteconomia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Especialização em
Especialização em Gestão de Arquivos Públicos e Empresariais pela Universidade Federal de Santa Catarina
Graduação em Biblioteconomia. 

Orestes Trevisol Neto, Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

Mestrado em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina. Graduação em Biblioteconomia. 

Publicado

2020-12-26

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos