Gestão da Informação e a 4a Revolução Industrial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56609

Resumo

Introdução: A 4ª Revolução Industrial, marcada pela convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas, afetará o mercado que conhecemos. A importância adquirida pela informação, fruto das mudanças ocorridas em cada revolução, vem estimulando o desenvolvimento e o uso de ferramentas que possibilitam a melhoria contínua dos processos organizacionais.Objetivoanalisar, por meio de referencial teórico, a relação e a importância da Gestão da Informação inserida no contexto da chamada “4ª Revolução Industrial”.MétodoApresenta uma pesquisa qualitativa de caráter descritivo exploratório, a partir de uma revisão bibliográfica que buscou descrever características dos fenômenos estudados estabelecendo relações entre a Gestão da Informação e o seu diferencial estratégico na chamada 4ª Revolução Industrial.ResultadosA 4ª Revolução terá que focar na integração homem-máquina, sem se esquecer dos dilemas que envolvem esta integração rodeada de mudanças profundas, visto que, as tecnologias que a rodeiam proporcionam avanços substanciais nas questões econômicas, sociais e culturais.ConclusãoPôde-se perceber que as organizações complexas e inovadoras, que buscam se beneficiar com as oportunidades oferecidas pela 4ª Revolução Industrial, necessitam fazer uso da Gestão da Informação como princípio de estruturação do seu fazer para serem competitivas no contexto global. Gerenciar estrategicamente uma organização rumo ao futuro exige constante atualização e predisposição a assumir riscos e inovar constantemente rumo à convergência de tecnologias digitais, físicas e biológicas que afetam o mercado que conhecemos.

 

Palavras-chave: Gestão da Informação. 4ª Revolução Industrial. Competitividade.

 

Link: https://revistas.ufpr.br/atoz/article/view/65784

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-12-27

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos