A rede de desinformação e a saúde em risco: uma análise das fake news contidas em 'As 10 razões pelas quais você não deve vacinar seu filho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56647

Resumo

Este artigo tem por objetivo contrapor o conjunto de argumentos em que se apoiaram as fake news contidas
em 'As 10 razões pelas quais você não deve vacinar seu filho', divulgadas na página do Facebook Pensadores
contra o sistema, com pesquisas científicas publicadas na literatura da área de vacinação e imunização.
Pretende-se, ainda, apresentar dados que apontam o decréscimo dos indicadores de vacinação no Brasil e
no mundo, estabelecendo possível associação dessa diminuição com o avanço das notícias falsas que têm
sido propagadas no ambiente virtual. Observou-se ao longo da pesquisa que a nova ambiência midiática
propiciou a expansão de informações falsas sobre vacinação, apoiadas em dados que parecem se estruturar
em argumentos científicos, mas não resultam da aplicação de experimentações e de métodos seguros.

 

Palavras-chave: Saúde. Vacinação. Comunicação. Rede sociais. Fake news.

 

Link: https://www.reciis.icict.fiocruz.br/index.php/reciis/article/view/1975/2363

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Montuori Fernandes, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Christina Montuori, Universidade Paulista

Mestrado em Comunicação pela Universidade Paulista.

Publicado

2020-12-27

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos