O acesso à informação como supravalorético em organização do conhecimento: diálogos entre a literatura científica e as fontes normativas na perspectiva brasileira

Autores

  • Isadora Victorino Evangelista Universidade Estadual Paulista
  • João Carlos Gardini Santos Universidade Estadual Paulista
  • José Augusto Chaves Guimarães Universidade Estadual Paulista
  • Juan Carlos Fernández-Molina Universidad de Granada

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56651

Resumo

O acesso à informação de maneira rápida, transparente e precisa constitui-se como um dos principais objetivos das unidades informacionais implicando, assim, uma dimensão ética que faz esse objetivo ser identificado enquanto um valor moral nas atividades de Organização do Conhecimento. Essa questão torna-se ainda mais evidente quando considerada a Lei de Acesso à Informação Brasileira (LAI) que, dentre outras finalidades, regulamenta o direito fundamental do acesso à informação, presente constitucionalmente. Sendo assim, o objetivo do presente artigo foi relacionar o texto da referida lei com os aspectos morais encontrados na literatura da área de Ética em Organização do Conhecimento. Metodologicamente, analisou-se comparativamente o texto integral da LAI e um corpus de treze artigos que trabalharam com a dimensão ética nos estudos sobre Organização do Conhecimento, de modo a identificar aspectos morais encontrados nesse grupo normativo e bibliográfico. A título de conclusão, identifica-se uma articulação entre a literatura científica analisada e a previsão normativa no Brasil, de modo que o acesso à informação como supravalor moral que visa a um acesso equânime e de qualidade ao conhecimento produzido pela sociedade, e a normativa sobre tal acesso em termos de transparência pública em uma sociedade democrática dialogam em forte consonância.   Palavras-chave: Acesso à informação. Ética. Ciência da Informação. Lei de Acesso à Informação.   Link: https://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/24955/26272

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isadora Victorino Evangelista, Universidade Estadual Paulista

Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Departamento de Ciência da Informação, Marília, SP, Brasil.

João Carlos Gardini Santos, Universidade Estadual Paulista

Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Departamento de Ciência da Informação, Marília, SP, Brasil.

José Augusto Chaves Guimarães, Universidade Estadual Paulista

Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Departamento de Ciência da Informação, Marília, SP, Brasil.

Publicado

2020-12-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos