Memória e Oralidade: a cantoria de viola e a contação de histórias na Região do Cariri Cearense

Autores

  • Ana Lívia Mendes de Sousa Prefeitura de Juazeiro do Norte
  • Paloma Israely Barbosa de Sá Universidade Federal do Pernambuco
  • Leilah Santiago Bufrem Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56657

Resumo

Considera que a memória é responsável pela lembrança e transmissão de saberes concorrentes para a construção da cultura das sociedades. Destaca a contação de histórias e a cantoria de viola como manifestações que se utilizam da memória para se manterem vivas e difundirem a cultura (local) como propagação da própria prática das informações transmitidas por meio de seu fazer (versos e histórias). Questiona o que aproxima essas práticas culturais, como se identificam e se constroem na conjuntura local. Tem como objetivo elucidar o diálogo produzido e expresso a partir das relações entre tradição e oralidade, tendo a memória como demarcador da continuidade das gerações, uma forma de reafirmar os valores culturais na localidade do Cariri Cearense e a contribuição desta memória na construção de histórias individuais e coletivas. Realiza análise da literatura sobre o tema, considerando tanto a contação de histórias como a cantoria de viola fatores convergentes, em relação aos seus atores e suas obras, para a construção de um repositório de memórias de sua geração, seu povo, tornando-se elementos de representação e conexão da sociedade e suas facetas sociais, econômicas, políticas e culturais.

 

Palavras-chave: Memória. Contação de histórias. Cantoria de viola. Ceará.

 

Link: https://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/28269

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Lívia Mendes de Sousa, Prefeitura de Juazeiro do Norte

Prefeitura de Juazeiro do Norte, Secretaria de Cultura, Juazeiro do Norte, CE, Brasil.

Paloma Israely Barbosa de Sá, Universidade Federal do Pernambuco

Universidade Federal do Pernambuco, Programa de Pós-graduação de Ciência da Informação, Recife, PE, Brasil.

Leilah Santiago Bufrem, Universidade Federal da Paraíba

Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-graduação de Ciência da Informação, João Pessoa, PB, Brasil.

Publicado

2020-12-27

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos