Acesso aberto a dados de pesquisa no Brasil: mapeamento de repositórios, práticas e percepções dos pesquisadores e tecnologias

Autores

  • Samile Andréa de Souza Vanz Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Luís Alberto Barbosa Azambuja Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56706

Resumo

O Acesso Aberto a Dados de Pesquisa (AADP) tem crescido significativamente em todo o mundo, nos últimos anos; entretanto, ainda é incipiente no Brasil. Este artigo apresenta o projeto RDP Brasil, uma parceira entre a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade Federal do Rio Grande (FURG). O projeto foi dividido em cinco etapas: mapeamento de serviços e potenciais usuários de AADP em instituições brasileiras; desenvolvimento de portal web para reunião da comunidade nacional interessada em AADP; levantamento dos serviços e das soluções tecnológicas existentes para compartilhamento de dados; e proposta de solução tecnológica que atenda aos usuários identificados no estudo. Os resultados demonstraram que iniciativas institucionais de AADP ainda são escassas no Brasil; que há receptividade dos pesquisadores brasileiros à ideia do compartilhamento e do reúso de dados, contudo há desconhecimento e falta infraestrutura nas instituições; que as soluções tecnológicas existentes oferecem grande número de opções e, portanto, devem ser constantemente monitoradas; e que a implementação de pilotos de repositórios de dados de pesquisa é viável, no curto prazo. Conclui-se que o projeto foi pioneiro em investigar pesquisadores
brasileiros de todas as áreas do conhecimento sobre AADP, trazendo contribuições relevantes para iniciativas governamentais, como o compromisso assumido entre o Brasil e a Open Government Partnership (OGP). No entanto, evidencia-se a necessidade de ampliação das investigações sobre o tema e de esforços públicos para promover e consolidar iniciativas.


Palavras-chave: Acesso aberto a dados de pesquisa. Software. Repositório de dados de pesquisa. Compartilhamento de dados. Reuso de dados.

 

Link: http://revista.ibict.br/ciinf/issue/view/279

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samile Andréa de Souza Vanz, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Pós-Doutorado pela Universidad Carlos III de Madrid (UC3M) – Espanha. Doutora em Comunicação
e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Porto Alegre, RS – Brasil,
com período sanduíche em Dalian University of Technology (DUT) – China. Professora da Universidade
Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Porto Alegre, RS - Brasil.
http://lattes.cnpq.br/5243732207004083
https://orcid.org/0000-0003-0549-4567

Luís Alberto Barbosa Azambuja, Universidade Federal do Rio Grande

Mestre em Engenharia de Computação pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG) – RS - Brasil.
Servidor Técnico em Tecnologia da Informação da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) - Rio
Grande, RS - Brasil.
http://lattes.cnpq.br/2167942665157676
http://orcid.org/0000-0003-3383-0513

Publicado

2020-12-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos