Uso das redes sociais pelos repositórios institucionais de acesso aberto

Autores

  • Lucia Seixas de Moraes Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
  • Luana Farias Sales Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56709

Resumo

Diante da falta de visibilidade dos repositórios institucionais digitais, a pesquisa investiga se as redes sociais podem servir como mecanismo de divulgação para esses repositórios e, ainda, de que forma as instituições ou os gestores de repositórios vêm utilizando as redes Facebook e Twitter como mecanismo de visibilidade. A amostra foi composta pelos repositórios institucionais listados no site do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict). Usando a metodologia de pesquisa empírica, de caráter exploratório, o trabalho concluiu que ainda é muito tímido o uso ativo de redes sociais por esses repositórios para fins de divulgação de sua existência e conteúdo.

 

Palavras-chave: Repositórios institucionais. Comunicação científica. Redes sociais. Marketing digital.

 

Link: http://revista.ibict.br/ciinf/issue/view/279

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucia Seixas de Moraes, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

Mestre em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT)
- Rio de Janeiro, RJ – Brasil.
http://lattes.cnpq.br/8638478414725919

Luana Farias Sales, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
(IBICT) - Rio de Janeiro, RJ – Brasil. Professora do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação
(PPGCI), convênio Universidade Federal do Rio de Janeiro e Instituto Brasileiro de Informação em Ciência
e Tecnologia (UFRJ/Ibict) - Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
http://lattes.cnpq.br/9090064478702633

Publicado

2020-12-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos