Identificação das principais discussões entre a Arquivologia e a Gestão Eletrônica de Documentos a partir de levantamento quantitativo

Autores

  • Nadiane Carla de Oliveira Silva Universidade Federal do Pará
  • Roberto Lopes dos Santos Junior Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56817

Resumo

Arquivologia sobre a Gestão Eletrônica de Documentos – GED, por meio de levantamento quantitativo e bibliográfico de artigos científicos em oito periódicos, sendo quatro na área de Arquivologia (Acervo, Ágora, Archeion Online e Informação Arquivística) e quatro em Ciência da Informação (Encontros Bibli, Informação & Sociedade, Perspectivas em Ciência da Informação e TransInformação). Da coleta de dados, compreende-se publicações no período de 1985 a 2016, onde foram selecionados sessenta e dois trabalhos, considerando cinco terminologias: Tecnologia e Sociedade, Avanços Tecnológicos, Preservação de Documentos, Certificação Digital e Gestão Eletrônica de Documentos. Percebeu-se o período a partir de 2012 como o mais produtivo sobre o tema, com a terminologia preservação como a mais discutida e abordada tanto na Arquivologia como na Ciência da informação. Conclui-se que a GED tem sido discutida e constituída ao longo dos últimos anos pela Arquivísitica, derivada dos avanços tecnológicos e seus desafios, sendo acessível e estruturada para uma conveniente gestão da informação pelo arquivista.

 

Palavras-chave: Gestão Eletrônica de Documentos. Arquivologia. Tecnologia.

 

Link: https://periodicos.furg.br/biblos/article/view/7419

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nadiane Carla de Oliveira Silva, Universidade Federal do Pará

Graduada pela Faculdade de Arquivologia na Universidade Federal do Pará. Graduada pela Faculdade de Biblioteconomia na Universidade Federal do Pará.

Roberto Lopes dos Santos Junior, Universidade Federal do Pará

Professor adjunto da Faculdade de Arquivologia pela Universidade Federal do Pará. Doutor em Ciência da informação pelo convênio Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/ Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestre em Ciência da Informação pelo convênio Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia/ Universidade Federal Fluminense.

Publicado

2020-12-27

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos