Gestão por competências nos cursos de arquivologia no Brasil: abordagem nos princípios da gestão do conhecimento

Autores

  • Adelaide Helena Targino Casimiro Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56844

Resumo

Os estudos que têm como base os princípios da Gestão do Conhecimento (GC) tem suas bases ligadas à criação de ambientes favoráveis ao compartilhamento controlado dos conhecimentos de cada indivíduo. O estudo tem o objetivo de analisar a prática de Gestão por Competências (GpC) adotada na distribuição dos docentes e disciplinas nos Cursos de Graduação em Arquivologia em nível nacional.Os quatro objetivos específicos são de reconhecer as disciplinas obrigatórias que formam o eixo comum entre as universidades; apontar as competências necessárias ao curso, por meio das disciplinas comuns obrigatórias; mapear as competências técnico-profissionais dos docentes que ministram as disciplinas obrigatórias comuns aos cursos; e compararas competências essenciais dos cursos com as competências essenciais individuais dos docentes. Quanto à metodologia, trata-se de uma pesquisa de natureza documental direta,em que utilizamos fontes primárias; o método é indutivo, e os objetivos são de cunho exploratório e descritivo, coma aplicação da abordagem qualitativa e quantitativa-descritiva. Em relação aos procedimentos,utilizao estatístico e o tipológico, e as variáveis dependentes e independentes são as categorias de disciplinas e os currículos Lattesdos docentes, respectivamente. Os objetos de estudo são as disciplinas comuns obrigatórias das 16 universidades que ofertam Cursos de Graduação em Arquivologia, autorizados pelo Ministério da Educação brasileiro, e os professores que atuam nas respectivas disciplinas.Os currículos Lattes destes foram analisados de acordo com o método de Análise de Conteúdo, com as diretrizes da GpCe com as técnicas de estatística descritiva. Os resultados indicam que há traços da aplicação das diretrizes da Gestão por Competências nas disciplinas obrigatórias comuns aos Cursos de Graduação em Arquivologia no Brasil. As análises e as discussões nos possibilitam concluir que a hipótese de que os professores dos Cursos de Arquivologia no Brasil são alocados nas disciplinas de acordo com suas competências técnico-profissionais é parcialmente verdadeira e corresponde à metade das categorias de disciplinas obrigatórias comuns, enquanto a outra metade não tem índices igualmente positivos. Caso a GpC seja empregada de maneira adequada, eficiente e eficaz, poderá sanar ou minimizar os problemas apontados e aumentar os índices encontrados durante esta pesquisa, além de agregar inúmeros benefícios ao serviço público. Espera-seque, com este trabalho, a GpC possa ser considerada uma solução emergente para as questões que se apresentam nos referidos cursos.

 

Palavras-chave: Gestão por Competências. Competências técnico-profissionais. Gestão do Conhecimento. Arquivologia no Brasil.

 

Link: https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/biblio/article/view/48500/30158

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adelaide Helena Targino Casimiro, Universidade Federal da Paraíba

Mestre em Ciência da Informação.

Publicado

2020-12-26

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos