Articulação entre a competência em informação, a gestão de pessoas e a aprendizagem organizacional significativa: uma reflexão sobre novas condutas aplicáveis às bibliotecas públicas

Autores

  • Rafaela Carolina da Silva Universidade Estadual Paulista
  • Miriam Fernandes Jesus Universidade Estadual Paulista
  • Vania Cristina Pastri Gutierrez Universidade Estadual Paulista
  • Regina Célia Baptista Belluzzo Universidade Estadual Paulista
  • Daniela Pereira Reis Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56855

Resumo

Introdução: os bibliotecários, esses gestores da informação, devem desenvolver a competência em informação ao entenderem que cada indivíduo é capaz de criar, adquirir e compartilhar conhecimento, o que impacta diretamente nos valores econômicos e sociais da organização onde se inserem, à medida que as instituições almejam profissionais mais competentes no gerenciamento e execução de seus processos e atividades. Logo, entende-se que a competência em informação é parte integrante dos modelos de gestão de pessoas e da aprendizagem organizacional. Objetivo: compreender a relação da competência em informação, da gestão de pessoas e da aprendizagem organizacional no auxílio à atuação profissional em bibliotecas públicas. Metodologia: trata-se de uma pesquisa bibliográfica e explicativa, que se utilizou de uma abordagem qualitativa, do tipo descritiva. Resultados: a gestão de pessoas para a aprendizagem significativa em bibliotecas públicas deve ir ao encontro do desenvolvimento de processos que promovam diferentes capacidades, que inclui: capacidade de reconhecer as necessidades de informação, de armazenar e recuperar a informação, de aplicar a informação para criar e comunicar conhecimento, de fazer uso eficaz e ético da informação e de localizar e avaliar a qualidade da informação. Conclusões: ao trabalhar com as capacidades interdisciplinares das três áreas destacadas por este estudo, os bibliotecários atuantes em bibliotecas públicas serão capazes de democratizar o acesso à informação, capacitando os usuários para o seu uso crítico, além de lhes proporcionar condições do exercício da cidadania.


Palavras-chave: Competência em informação. Gestão de pessoas. Aprendizagem organizacional. Bibliotecas públicas.

 

Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/38130/pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Carolina da Silva, Universidade Estadual Paulista

Mestranda em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (PPGCI-UNESP).

Miriam Fernandes Jesus, Universidade Estadual Paulista

Mestranda em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (PPGCI-UNESP).

Vania Cristina Pastri Gutierrez, Universidade Estadual Paulista

Doutoranda em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (PPGCI-UNESP).

Regina Célia Baptista Belluzzo, Universidade Estadual Paulista

Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP). Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (PPGCI-UNESP).

Daniela Pereira Reis, Universidade Estadual Paulista

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Professora do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (UNESP).

Publicado

2020-12-26

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos