Deficientes visuais e profissionais da informação: procedimentos estratégicos e proposta ao portal lti

Autores

  • Ana Sara Pereira de Melo Sobral Universidade Federal da Bahia
  • Isa Maria Freire Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56857

Resumo

Introdução: A inclusão social e a inserção tecnológica são ações interligadas no desenvolvimento e amparo das minorias sociais, diminuindo barreiras que impedem o acesso à informação. Objetivo: Propor ao Portal LTi a publicação de uma página com informações para pessoas deficientes visuais e/ou profissionais da informação. Metodologia: A investigação se caracteriza pelo método indiciário, as técnicas e instrumentos de coletas de dados incluíram o brauseio e uso de planilhas para registro de informações. Resultados: O estudo propôs a organização de conteúdos a página do Portal LTi DV, no Portal LTi com as seguintes categorias: Informação para deficientes; Informação para deficientes e profissionais da informação; Utilidade pública; Objetos de informação; Espaços de comunicação e Lazer. Conclusões: A pesquisa foi executada com êxito, abrindo possibilidades de criação de uma página denominada LTi DV que reúne informações sobre a temática, tendo como expectativa a constante atualização dos conteúdos, divulgação de novas comunicações, criações
e aperfeiçoamento de tecnologia assistiva, bem como o acesso a informação, para maior igualdade de oportunidades.


Palavras-chave: Deficiente visual. Fonte de informação. Método indiciário. Laboratório de Tecnologias Intelectuais (LTi).

 

Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/39002/pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Sara Pereira de Melo Sobral, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Isa Maria Freire, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Publicado

2020-12-26

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos