Relações entre mediação e organização da informação: estudo aplicado no sistema de bibliotecas da universidade federal do Ceará

Autores

  • Ana Rafaela Sales de Araújo Universidade Federal do Ceará
  • Jonathas Luiz Carvalho Silva Universidade Federal do Cariri

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56867

Resumo

Introdução: Discute perspectivas relacionais entre Mediação e Organização da Informação sob uma percepção plural e integrativa destes campos de pesquisa na biblioteca universitária. Objetivo: Investigar as relações entre mediação e Organização da Informação a partir das percepções dos bibliotecários da Universidade Federal do Ceará. Metodologia: A metodologia constitui-se de pesquisa descritiva-exploratória, revisão bibliográfica, documental, de natureza qualitativa, além do uso de questionário e da análise de conteúdo. Resultados: O questionário foi respondido por 33 bibliotecários com o seguinte perfil: grande parte atua mais fortemente com os processos de catalogação; 76% demonstram satisfação com o Sistema Pergamum no âmbito da Organização e Representação da Informação; 82% apresentam-se satisfeitos com a atuação do Sistema de Bibliotecas da UFC no âmbito da Organização da Informação; 88% responderam quais os processos de catalogação, indexação, sistemas de classificação são utilizados no SB/UFC, em conformidade com as políticas
existentes, independente de atuarem ou não nesses processos; em relação ao conhecimento sobre mediação, 66,7% utilizam leituras próprias e leituras recomendadas; 66% informam os eventos como forma de incentivo e parceria para o desenvolvimento de ações mediadoras; 90,9% identificam atividades mais voltadas à mediação pedagógica, ou seja, serviço de referência e educação de usuários como elementos de atuação no âmbito da mediação da informação; com relação às práticas de mediação que o sistema de bibliotecas da UFC desenvolve, têm-se como destaque as ações mediadoras consideradas tradicionais: catalogação (51,5%); indexação (48,5%); classificação (48,5%). Conclusões: conclui-se que a mediação naOrganização da Informação pode ser pensada a partir dos seguintes aspectos: Representação Descritiva e Temática da Informação; Sinalização; Política de Desenvolvimento de Coleções; Serviços; Produtos; Preservação da memória; Uso de recursos virtuais. Inclusive, a união dos aspectos elencados expressa uma percepção mais holística para repensar a mediação a partir da Organização da Informação.


Palavras-chave: Mediação da informação. Mediação técnica da informação. Organização da informação. Bibliotecas universitárias. Universidade Federal do Ceará. 

 

Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/38764/pdf_1

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Rafaela Sales de Araújo, Universidade Federal do Ceará

Mestra em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Cariri (UFCA). Bibliotecária
Documentalista da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Jonathas Luiz Carvalho Silva, Universidade Federal do Cariri

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor do Curso de Graduação e do Mestrado Profissional em Biblioteconomia da Universidade Federal do Cariri (UFCA).

Publicado

2020-12-26

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos