As cores do acesso aberto à informação científica

Autores

  • Jacqueline de Araújo Cunha UFRN

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2020v15n4.56899

Resumo

Apresenta as políticas editoriais de revistas científicas no que concerne às questões relativas ao acesso aberto. Para tanto, utiliza como base uma experiência estrangeira denominada SHERPA/RoMEO e outra brasileira, coordenada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, o Diadorim. Ressalta que as políticas se apresentam com diferentes permissões e restrições relativas à disponibilização de artigos científicos em repositórios, as quais são classificadas em quatro cores: azul, verde, amarela e branca. Ressalta a importância desse tipo de serviço para os repositórios no intuito de assessorar pesquisadores e instituições na gestão de repositórios e políticas de comunicação científica.   Palavras-chave: Políticas editoriais. Acesso Aberto. Comunicação Científica.   Link: https://periodicos.ufrn.br/bibliocanto/article/view/15869/11259

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jacqueline de Araújo Cunha, UFRN

Graduação em Biblioteconomia –UFRN. Mestrado em Ciência da Informação – UFPB. Doutorado em andamento em Ciência da Informação – UFRJ. Lattes: http://lattes.cnpq.br/9945640747181562    

Publicado

2020-12-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos