[1]
K. C. Leite, “TRABALHO PRECÁRIO: precariado, vidas precárias e processos de resistências”, Rev. Pol & Trab, vol. 51, p. 108-125, maio 2020.