AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE NO MUNICÍPIO DE JACAREÍ

  • Fernando Augusto Cervantes Garcia de SOUSA

Resumo

Objetivo: Avaliar a expansão do Programa de Saúde da Família no município de Jacareí de 2004 a 2011, e os indicadores que compõem o Pacto pela Vida. Material e Métodos: Foram levantados os dados referentes à atenção básica à saúde do município de Jacareí no período de 2004 a 2011, utilizando-se os dados do SIAB, SINASC, SIH, SISVAN e IBGE. Resultados: Nesse período o número de famílias cadastradas aumentou 54,69%, consequentemente o número de pessoas cadastradas aumentou de 32.497 para 50.295. O número de diabéticos e hipertensos acompanhados aumentaram respectivamente 152,31% e 160,22%. No período de 2007 a 2011, a proporção da população cadastrada pelo Programa de Saúde da Família diminui de 14,56% para 13,13%, contudo o percentual de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família acompanhadas pela atenção básica aumentou de 22,87% para 33,02%. A proporção de nascidos vivos de mães com sete ou mais consultas de pré-natal também aumentou de 64,78% para 77,07%, levando, consequentemente, a uma diminuição do percentual de crianças menores de cinco anos com baixo peso para idade de 3,37% para 1,84%. Por sua vez, taxa de internações por diabetes mellitus e suas complicações diminuiu de 7,63% para 5,21%, diferentemente do que ocorreu com a taxa de internações por acidente vascular cerebral que aumentou de 6,13% para 10,77%. Conclusão: No período avaliado houve uma expansão significativa do Programa de Saúde da Família no município de Jacareí e uma melhoria dos indicadores que compõem o Pacto pela Vida. DESCRITORES Estratégia Saúde da Família. Atenção Primária à Saúde. Saúde Pública.
Publicado
2016-04-07
Como Citar
SOUSA, F. A. C. G. de. (2016). AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE NO MUNICÍPIO DE JACAREÍ. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 20(1), 11-14. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rbcs/article/view/17765
Seção
Pesquisa