PÉ DIABÉTICO: PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO E CLÍNICO DE PACIENTES HOSPITALIZADOS

  • Júlia de Cássia OLIVEIRA
  • Sara Alves dos Santos TAQUARY
  • Aurélio de Melo BARBOSA
  • Rafaela Júlia Batista VERONEZI

Resumo

Introdução: O pé diabético é uma das complicações ocasionadas pelo diabetes. É definido como um quadro de infecção, ulceração e/ou destruição dos tecidos profundos associados à neuropatia com ou sem coexistência de doença vascular periférica. Objetivo: Apresentar o perfil sociodemográfico e clínico dos pacientes internados para tratamento de pé diabético. Materiais e Métodos: Um estudo transversal foi feito entre janeiro e junho de 2014 no Hospital Alberto Rassi (HGG), em Goiânia, Goiás. Foram entrevistados os pacientes internados por pé diabético, com a utilização de um formulário de dados. Resultados: A amostra foi composta por 42 pessoas, sem predomínio de sexo. A média de idade foi de 62,1 anos, com predomínio do estado civil casado (66,7%) e aposentado (52,4%). No histórico familiar, 76,2% da amostra possuía diabetes e 78,6% hipertensão arterial. Esta foi a comorbidade mais presente nos indivíduos. As complicações provenientes do diabetes predominantes foram neuropatia (69,0%) e vasculopatia (64,3%). A causa da lesão foi principalmente não traumática (52,4%), sendo que prevaleceram as úlceras sem infecção associada (59,5%). Quanto à classificação de Wagner, o grau 4 representou 61,9% das lesões. Conclusão: As feridas nos pés foram graves, com longo tempo de evolução, evidenciando a necessidade de educação em saúde com enfoque na prevenção e no autocuidado. DESCRITORES: Pé diabético. Hospitalização. Estudos Transversais.

Biografia do Autor

Júlia de Cássia OLIVEIRA
Fisioterapeuta, Residente do Programa de Residência Multiprofissional em Clínica Especializada Endocrinologia da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás.
Sara Alves dos Santos TAQUARY
Fisioterapeuta, Residente do Programa de Residência Multiprofissional em Clínica Especializada Endocrinologia da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás.
Aurélio de Melo BARBOSA
Fisioterapeuta, Mestre em Ciências Ambientais e Saúde pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC/ GO), Coordenador do Programa de Residência Multiprofissional em Clínica Especializada Endocrinologia da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás.
Rafaela Júlia Batista VERONEZI
Fisioterapeuta, Doutoranda em Neurociências pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP/ SP), Docente do Programa de Residência Multiprofissional em Clínica Especializada Endocrinologia da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás.
Publicado
2018-03-06
Como Citar
OLIVEIRA, J. de C., TAQUARY, S. A. dos S., BARBOSA, A. de M., & VERONEZI, R. J. B. (2018). PÉ DIABÉTICO: PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO E CLÍNICO DE PACIENTES HOSPITALIZADOS. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 22(1), 15-20. https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2018v22n1.23034
Seção
Pesquisa