CONHECIMENTO DE MÉDICOS E ENFERMEIROS SOBRE SAÚDE BUCAL NA PRIMEIRA INFÂNCIA

  • Paulo Henrique Amorim de ANDRADE Universidade Federal de Campina Grande
  • José Klidenberg de OLIVEIRA JÚNIOR
  • Elizandra Silva da PENHA Universidade Federal de Campina Grande
  • Manuella Santos Carneiro ALMEIDA Universidade Federal de Campina Grande
  • Camila Helena Machado da COSTA Universidade Federal de Campina Grande

Resumo

Objetivo: O presente estudo teve como propósito verificar o conhecimento de médicos e enfermeiros, inseridos na Estratégia de Saúde da Família, no município de Patos, Paraíba, sobre a saúde bucal para crianças de 0 a 36 meses. Material e Métodos: O estudo foi do tipo transversal, observacional, adotando como instrumento de coleta de dados um questionário específico. A amostra foi composta por 63 profissionais, sendo 28 médicos e 35 enfermeiros. Após coletados, os dados foram trabalhados pela estatística descritiva e submetidos ao teste estatístico Exato de Fisher considerado significativo ao nível de 5% (p<0,05). Resultados: Acerca do conhecimento à prevenção em odontologia, 96,8% dos profissionais perceberam a cárie dentária como uma doença, que surge pela falta de higiene e dieta inadequada. Relataram não saber como é removido o biofilme dental em crianças de 0 a 36 meses (46%) e que o flúor serve para evitar a cárie (71,4%). 65,1% dos profissionais compreendem que a primeira visita ao dentista deve ser realizada antes do nascimento dos dentes e 76,2% disseram que o dente decíduo pode ser tratado. Observou-se diferença estatisticamente significativa entre as variáveis “orientação sobre saúde bucal” e gênero (p=0,04), onde 11,1% do gênero masculino relataram não ter tido orientação quanto à saúde bucal. Conclusão: Conclui-se que existe uma fragilidade no conhecimento sobre saúde bucal, na primeira infância, o que torna importante a capacitação dessas classes para que o trabalho se torne mais integrado, com troca efetiva de saberes e práticas. DESCRITORES Saúde Bucal. Atenção Primária à Saúde. Odontopediatria.
Publicado
2016-06-28
Como Citar
ANDRADE, P. H. A. de, OLIVEIRA JÚNIOR, J. K. de, PENHA, E. S. da, ALMEIDA, M. S. C., & COSTA, C. H. M. da. (2016). CONHECIMENTO DE MÉDICOS E ENFERMEIROS SOBRE SAÚDE BUCAL NA PRIMEIRA INFÂNCIA. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 20(2), 133-140. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/rbcs/article/view/24516
Seção
Pesquisa