CORRELAÇÃO ENTRE PADRÕES DE CRESCIMENTO FACIAL E TERCEIROS MOLARES INCLUSOS

  • Amanda Câmara de Oliveira CÂMARA Universidade Federal da Paraíba - UFPB/ Estudante de Graduação
  • Gregório Márcio de Figuerêdo RODRIGUES Universidade Federal da Paraíba - UFPB/ Estudante de graduação
  • Karina Jerônimo Rodrigues Santiago DE LIMA Professora adjunta I da disciplina de Ortodontia – DCOS/UFPB
  • Ricardo Villar BELTRÃO Professor adjunto da disciplina de Radiologia I – DCOS/UFPB
  • Rejane Targino Soares BELTRÃO Professora adjunta I da disciplina de Ortodontia – DCOS/UFPB

Resumo

Objetivos: Analisar a prevalência dos padrões de crescimento facial e sua correlação com terceiros molares inclusos. Materiais e Métodos: A amostra, composta por 40 pacientes, foi obtida em um centro de radiologia odontológica, a partir deum banco de dados de arquivos de 800 pacientes, obedecendo a critérios de inclusão como: idade acima de 19 anos; presença de telerradiografia em norma lateral e uma radiografia panorâmica, obtidas na mesma época; presença de, no mínimo, um terceiro molar incluso com ápices dentários completamente fechados; permanência de todos os elementos dentários no lado do hemi-arco do elemento incluso; ausência de tratamento ortodôntico prévio. As telerradiografias foram utilizadas para a análise cefalométrica, utilizando-se os ângulos FMA, SN.GoMe e SN.Gn, interpretados de acordo com o padrão USP de análise cefalométrica e comparados com as normas pré-estabelecidas por essa análise, para a classificação dos padrões faciais em braquicefálico, mesocefálico ou dolicocefálico. A presença e a distribuição dos terceiros molares inclusos foram observadas com a utilização de radiografias panorâmicas. A correlação entre os ângulos dos padrões faciais e os terceiros molares inclusos foi verificada através do teste de Spearman (p<0,05). Dos pacientes pesquisados, 40% apresentaram perfil dolicocefálico, 35% mesocefálico e 25% braquicefálico. Conclusão:Não se constatou nenhuma significância para a correlação dos padrões faciais, nos três ângulos avaliados, com o número de terceiros molares inclusos. DESCRITORES: Dente Não Erupcionado. Dente Molar. Ortodontia.
Publicado
2017-06-26
Como Citar
CÂMARA, A. C. de O., RODRIGUES, G. M. de F., DE LIMA, K. J. R. S., BELTRÃO, R. V., & BELTRÃO, R. T. S. (2017). CORRELAÇÃO ENTRE PADRÕES DE CRESCIMENTO FACIAL E TERCEIROS MOLARES INCLUSOS. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 21(3), 239-244. https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2017v21n3.26355
Seção
Pesquisa