FATORES APONTADOS POR PROFISSIONAIS COMO DESENCADEADORES DE ANSIEDADE EM CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL DO MUNICÍPIO DE CABEDELO

  • Laysa Karen Soares de LIMA Universidade Federal da Paraíba
  • Poliana Rafaela Dos Santos ARAÚJO
  • Gabriel CHAVES NETO
  • Flávia Maiele Pedrosa TRAJANO
  • João Euclides Fernandes BRAGA

Resumo

Objetivo: O presente estudo objetivou identificar os fatores desencadeadores de ansiedade em profissionais de nível superior que integram as equipes técnicas dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Materiais e método: Estudo descritivo, transversal, com abordagem quantitativa, envolvendo 20 profissionais que atuam nos CAPS do município de Cabedelo. A coleta foi realizada através da aplicação de um questionário de identificação de fatores apontados pelos profissionais como desencadeadores de ansiedade em seu ambiente de trabalho. Resultados: Os dados mostraram que, entre os principais fatores desencadeadores de ansiedade no trabalho, 90% dos profissionais apontaram a inadequação da estrutura física, 80% dos profissionais destacaram a baixa remuneração e a desvalorização do profissional e 50% apontaram a sobrecarga de trabalho. Os fatores relacionados a equipe, demanda e experiência ocuparam as últimas posições como causas de ansiedade. Conclusão: A estrutura física inadequada do serviço foi apontada com maior frequência pelos profissionais de nível superior dos CAPS como um fator desencadeador de ansiedade no processo de trabalho. Na sequência, vieram fatores relacionados à baixa remuneração, à desvalorização do profissional, sobrecarga de trabalho e à falta de experiência dos profissionais para atuar nessa área. DESCRITORES: Ansiedade. Profissional de Saúde. Saúde Mental. Centros de Atenção Psicossocial.

Biografia do Autor

Laysa Karen Soares de LIMA, Universidade Federal da Paraíba
Enfermeira. Membro do Grupo de Pesquisa e Extensão Sinapse e Ansiedade - Centro de Ciências da Saúde - Universidade Federal da Paraíba.
Poliana Rafaela Dos Santos ARAÚJO
Enfermeira. Membro do Grupo de Pesquisa e Extensão Sinapse e Ansiedade - Centro de Ciências da Saúde - Universidade Federal da Paraíba.
Gabriel CHAVES NETO
Doutorando pelo Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Medicamentos - PPGDITM/ UFPB. Membro do Grupo de Pesquisa e Extensão Sinapse e Ansiedade - CCS/UFPB. João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Flávia Maiele Pedrosa TRAJANO
Enfermeira. Doutoranda pelo Programa de Pós-graduação em Modelos de Decisão em Saúde – PPG MDS/ UFPB. Mestre em Neurociência Cognitiva Comportamento - PPGNeC/UFPB. Membro do Grupo de Pesquisa e Extensão Sinapse e Ansiedade - CCS/UFPB. João Pessoa/PB, Brasil.
João Euclides Fernandes BRAGA
Professor Doutor do Departamento de Enfermagem e Saúde Coletiva da UFPB. Coordenador do Grupo de Pesquisa e Extensão Sinapse e Ansiedade - CCS/UFPB. João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Publicado
2017-06-26
Como Citar
LIMA, L. K. S. de, ARAÚJO, P. R. D. S., CHAVES NETO, G., TRAJANO, F. M. P., & BRAGA, J. E. F. (2017). FATORES APONTADOS POR PROFISSIONAIS COMO DESENCADEADORES DE ANSIEDADE EM CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL DO MUNICÍPIO DE CABEDELO. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 21(3), 269-274. https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2017v21n3.30023
Seção
Pesquisa