INDICADORES DA QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL DE ALTO RISCO EM UMA MATERNIDADE PÚBLICA

Resumo

Objetivo: Descrever os indicadores de qualidade da assistência pré-natal de alto risco, traçar o perfil socioeconômico e identificar os fatores de risco apresentados pelas gestantes pesquisadas. Material e Métodos: Estudo descritivo, transversal, quantitativo realizado com gestantes de alto risco em maternidade de referência em Sudoeste maranhense, entre janeiro e junho de 2015. No universo de 300 mulheres que são atendidas mensalmente, considerando um intervalo com 95% de confiança, a amostra compreendeu 140 sujeitos. Dados coletados através de formulário estruturado. Resultados: Iniciaram as consultas de pré-natal até a 14ª semana de gestação em 95,7% dos sujeitos, 63,6% realizou seis ou mais consultas; 16,4% tinham características individuais e condições sociodemográficas para gestação de alto risco; 12,1% tiveram complicações anteriores; 24,3% tinham condição clínica preexistente; 47,2% tiveram doença obstétrica na gravidez atual. Conclusão: Evidenciou-se que as gestantes iniciaram o pré-natal em tempo oportuno, realizaram seis ou mais consultas conforme a recomendação do Ministério da Saúde e não tiveram acesso a ações de educação em saúde voltadas para a gestação, denotando a necessidade de revisão das ações executadas na assistência à saúde da mulher no cenário investigado. DESCRITORES Pré-Natal. Assistência Pré-Natal.Gestação de Alto Risco.

Biografia do Autor

Jamiscleia Rodrigues da SILVA, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira graduada pela Universidade Federal do Maranhão
Maricélia Borges Tavares de OLIVEIRA, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira, Especialista em Gestão Hospitalar e Serviços de Saúde, Professora Auxiliar da Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, Maranhão, Brasil.
Francisco Dimitre Rodrigo Pereira SANTOS, Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão
Fisioterapeuta, Mestre em Ciência da Saúde. Professor da Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão, Imperatriz, Maranhão, Brasil.
Marcelino SANTOS NETO, Universidade Federal do Maranhão
Farmacêutico Bioquímico, Doutor em Saúde Pública, Professor Adjunto da Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, Maranhão, Brasil
Adriana Gomes Nogueria FERREIRA, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira, Doutora em Enfermagem, Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão, Imperatriz, Maranhão, Brasil
Floriacy Stabnow SANTOS, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira, Doutora em Saúde pública, Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão
Publicado
2018-03-16
Como Citar
SILVA, J. R. da, OLIVEIRA, M. B. T. de, SANTOS, F. D. R. P., SANTOS NETO, M., FERREIRA, A. G. N., & SANTOS, F. S. (2018). INDICADORES DA QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA PRÉ-NATAL DE ALTO RISCO EM UMA MATERNIDADE PÚBLICA. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 22(2), 109-116. https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2018v22n2.31252
Seção
Pesquisa