EFEITO DO TREINAMENTO RESISTIDO EM HEMIPARÉTICOS CRÔNICOS NO EQUILÍBRIO E TORQUE ISOCINÉTICO DO JOELHO

  • Patrícia Martins FRANCIULLI Professora Doutora. Curso de Fisioterapia da Universidade São Judas Tadeu. São Paulo, São Paulo. Brasil.
  • Cristiane Milani MAGALDI Professora Mestre. Curso de Fisioterapia da Universidade São Judas Tadeu. São Paulo. São Paulo. Brasil
  • Aline BIGONGIARI Professora Doutora. Curso de Fisioterapia da Universidade São Judas Tadeu. São Paulo, São Paulo. Brasil.
  • Márcia BARBANERA Professora Doutora. Curso de Fisioterapia da Universidade São Judas Tadeu. São Paulo, São Paulo. Brasil.

Resumo

Introdução: O acidente vascular cerebral é a maior causa de incapacidade física e cognitiva em adultos. Objetivo: avaliar o efeito do treinamento de exercícios resistidos em hemiparéticos crônicos. Material e Métodos:Trata-se de uma pesquisa quase-experimental. Sete voluntários realizaram um protocolo de exercícios resistidos, com ações isométricas, isotônicas concêntricas e excêntricas da musculatura de membros superiores, tronco e membros inferiores, utilizando aparelhos de musculação e caneleiras. O protocolo teve duração de seis semanas e foi realizado duas vezes por semana, com atendimentos de 40 minutos. Durante os atendimentos, os participantes foram supervisionados por fisioterapeutas habilitados. As variáveis analisadas foram: torque muscular, avaliado pelo dinamômetro isocínetico Biodex System 3 e equilíbrio, avaliado pela escala de equilíbrio de Berg. Para análise dos dados utilizou-se o teste T de Student para comparar as fases pré e pós treinamento. O nível de significância adotado neste estudo foi de p ≤ 0,05.Resultados:Após o protocolo, houve aumento na pontuação da escala de equilíbrio de Berg e aumento do torque muscular extensor e flexor do joelho na velocidade de 60 graus/segundo. Não foram encontradas diferenças significativas para o torque muscular extensor e flexor de joelho na velocidade de 180 graus/segundo. Conclusão: Os exercícios resistidos mostraram-se benéficos na melhora do equilíbrio e no aumento da força muscular dos pacientes. DESCRITORES Acidente Vascular Cerebral.Força Muscular.Treinamento Físico. Fisioterapia.
Publicado
2018-03-16
Como Citar
FRANCIULLI, P. M., MAGALDI, C. M., BIGONGIARI, A., & BARBANERA, M. (2018). EFEITO DO TREINAMENTO RESISTIDO EM HEMIPARÉTICOS CRÔNICOS NO EQUILÍBRIO E TORQUE ISOCINÉTICO DO JOELHO. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 22(2), 125-130. https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2018v22n2.32752
Seção
Pesquisa