A QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS COM OBESIDADE OU SOBREPESO

  • Ylkiany Pereira SOUZA Enfermeira. Graduada pela Universidade Regional do Cariri-URCA, Residente em urgência, emergência e trauma pela Universidade de Pernambuco-UPE, PERNAMBUCO- RECIFE, BRASIL.
  • Adriana de Moraes BEZERRA Enfermeira Especialista em Gerontologia pela Faculdade de Juazeiro do Norte-FJN. Mestre em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri-URCA. Professora do curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Regional do Cariri – UDI Membro do Grupo de Pesquisa Tecnologias em Saúde no SUS. CEARA-IGUATU, BRASIL
  • Natália Pinheiro FABRÍCIO Enfermeira. Mestranda em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri. Membro do grupo de pesquisa em Diabetes Mellitus-GPEDIAM. CEARA-CRATO, BRASIL.
  • Natália Basto Ferreira TAVARES Enfermeira. Coordenadora do Curso de Enfermagem-URCA-UDI. Professora da Universidade Regional do Cariri - URCA / Iguatu-CE e Instituto Centro de Ensino Tecnológico - CENTEC /EEEP de Iguatu-CE. CEARA-IGUATU, BRASIL
  • Nuno Damácio de Carvalho FÉLIX Enfermeiro. Mestre em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri. Doutorando em Enfermagem pela Universidade Federal da Paraíba.PARAIBA-SANTO ANTONIO DE JESUS, BRASIL
  • Maria Corina Amaral VIANA Enfermeira. Doutora em Enfermagem UFRJ/University of British Columbia, Canadá Pró-Reitora Adjunta de Pós-Graduação e Pesquisa. Professora Adjunta Universidade Regional do Cariri. Líder Grupo de Pesquisa Tecnologias em Saúde no SUS (GPTSUS - CNPq). Coordenadora Núcleos Evidência (NEV-URCA), Avaliação de Tecnologias em Saúde (NATS-URCA), Inovação Tecnológica (NIT-URCA).CEARA-CRATO, BRASIL
  • Amanda SOARES Enfermeira. Mestranda em Saúde Pública pela Universidade Estadual da Paraíba. PARAIBA-CAMPINA GRANDE, BRASIL

Resumo

Objetivo: avaliar a qualidade de vida de idosos com obesidade ou sobrepeso acompanhados na Atenção Primária à Saúde. Material e Métodos: estudo descritivo transversal, Os dados foram coletados no período de fevereiro a maio de 2016, na residência dos idosos utilizando para a coleta de dados um formulário sociodemográfico e clínico e um questionário específico desenvolvido pela Organização Mundial da Saúde para avaliar qualidade de vida em idosos – World Health Organization Quality of Life GroupOld. A amostra foi constituída de 27 idosos com obesidade ou sobrepeso Resultados: Os resultados sociodemográficos mostraram uma predominância do sexo feminino (81,48%), média de 69,70 anos (desvio-padrão= 7,33), baixa escolaridade (40,74%), casados (55,56%), negros (44,44%) e aposentados (74,04%). Pelas variáveis antropométricas a maioria das mulheres apresentava obesidade moderada (50%), em que 100% das idosas estavam com risco muito elevado relacionado a circunferência abdominal e 40% dos idosos estavam com risco muito elevado da circunferência abdominal e a maioria dos homens com sobrepeso (60%). A Relação Cintura Quadril mostrou que 86,36% das idosas estavam com valores >85 e 100% dos homens com valores >90. A maioria dos idosos apresentou uma qualidade de vida regular, com menos comprometimento nos domínios intimidade, autonomia, funcionamento do sensório e atividades passadas presentes e futuras e mais comprometimento nos de morte e morrer e participação social. Conclusão: a qualidade de vida encontrou-se afetada no contexto que envolve a finitude do ser e sua inserção e interação social. DESCRITORES Obesidade.Qualidade de Vida.Saúde do Idoso.Atenção Primária à Saúde.Sobrepeso.
Publicado
2018-03-16
Como Citar
SOUZA, Y. P., BEZERRA, A. de M., FABRÍCIO, N. P., TAVARES, N. B. F., FÉLIX, N. D. de C., VIANA, M. C. A., & SOARES, A. (2018). A QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS COM OBESIDADE OU SOBREPESO. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 22(2), 155-164. https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2018v22n2.35175
Seção
Pesquisa