IDENTIDADE NACIONAL NA FRONTEIRA BRASIL-URUGUAI: O CURRÍCULO EM FOCO

  • Regina Célia do Couto

Resumo

Neste artigo socializo parte dos resultados da pesquisa que venho realizando no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas. Aqui trago algumas problematizações sobre a identidade de fronteira e suas relações com os currículos, para os anos iniciais do Ensino Fundamental de duas cidades situadas na fronteira entre Brasil e Uruguai, que são respectivamente: Jaguarão (RS) e Rio Branco (UY). Analiso as matrizes curriculares das escolas públicas das referidas cidades, atentando para o fato de que ele, o currículo, é um campo discursivo de disputas que produz identidade e diferença.