Brasil e os paradigmas da cooperação internacional espacial

Autores

  • Jorel Noronha Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-9452.2021v8n16.48849

Resumo

Este artigo busca identificar se no campo espacial há a presença da dicotomia entre as formas de cooperação Sul-Sul e Norte-Sul. Relações de cooperação para o desenvolvimento com características de horizontalidade, sem condicionalidades, com benefícios mútuos e solidariedade, são incorporadas pelo conceito de cooperação Sul-Sul. A partir da metodologia de estudo de caso, é verificado de que modo ocorre a cooperação brasileira no âmbito espacial, procurando observar a presença das características da cooperação Sul-Sul em três das principais relações de cooperação neste campo pelo Brasil. Foi descoberto que, apesar de não haver precisamente a presença da dicotomia das formas de cooperação Norte-Sul e Sul-Sul por completa, um método de cooperação Sul-Sul, servindo como alternativa aos paradigmas padrões da cooperação internacional espacial, esteve em uso, e com sucesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-16

Edição

Seção

Artigos