O impacto da eleição presidencial de 2016 na política ambiental dos EUA e suas repercussões para o Acordo de Paris

Autores

  • Luiz Carlos Maia Universidade Potiguar
  • Ellen Monielle do Vale Silva Universidade Potiguar
  • Júlia Silva Rensi Universidade Potiguar

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.2318-9452.2021v8n16.55378

Resumo

A entrada no Acordo de Paris em 2015, facilitada pelo governo de Barack Obama, foi um marco na história ambiental dos Estados Unidos. Entretanto, com as eleições presidenciais de 2016 e a chegada de Donald Trump ao poder, notou-se uma mudança brusca na maneira de abordagem de temáticas ambientais e consequentemente, a saída dos Estados Unidos do Acordo Climático de Paris. Com isso, este artigo objetiva-se a analisar, em uma perspectiva construtivista, os impactos das eleições presidenciais e sua conseguinte mudança partidária nas repercussões para o Acordo Climático. Dessa maneira, constitui-se de uma pesquisa de caráter qualitativo, com análises de conteúdo baseados em discursos de ambas partes e análises de documentos oficiais. Resulta-se que o processo de securitização e a negação aos estudos científicos desempenharam um papel importante nas tomadas de decisão e políticas ambientais conferidas pela administração de Trump, contrariando todos os aspectos ambientais das políticas embasadas na era de Obama. Por fim, é trazido à luz que os impactos da mudanças de poder e a reverberação de discursos ocorridos com as eleições de 2016 dos Estados Unidos, foram fatores decisivos para saída do Acordo de Paris.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ellen Monielle do Vale Silva, Universidade Potiguar

Graduanda em Relações Internacionais.

Júlia Silva Rensi, Universidade Potiguar

Professora de Relações Internacionais na Universidade Potiguar (UnP). Mestre em Relações Internacionais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Graduada em Relações Internacionais com Láurea Acadêmica pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Desenvolve pesquisas relacionadas aos temas Governança da Internet, Cooperação Internacional para o Desenvolvimento e Estudos de Gênero.

Downloads

Publicado

2021-07-16

Edição

Seção

Artigos