DINÂMICA DO MERCADO DE TRABALHO AGRÍCOLA E IMPACTOS SOBRE A DISTRIBUIÇÃO DE RENDIMENTOS NOS ANOS 2000

Autores

  • Camila Strobl Sakamoto
  • Alexandre Gori Maia

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar os impactos de mudanças na composição das ocupações e na distribuição de rendimentos sobre o crescimento da renda agrícola no Brasil nos anos 2000. Especificamente, verificam-se como as mudanças ocorridas nas diferentes formas de inserção no mercado de trabalho, na estrutura setorial e, principalmente, na distribuição regional das ocupações influenciaram a dinâmica dos rendimentos agrícolas. Primeiro, os resultados destacam, de um lado, a intensificação do trabalho assalariado nas áreas mais dinâmicas e, de outro lado, o crescimento da produção para o autoconsumo nas regiões menos desenvolvidas. Segundo, que o expressivo crescimento do rendimento médio foi, em grande medida, determinado pela dinâmica da renda dos conta-própria, além de importantes mudanças na composição regional do emprego agrícola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Edição

Seção

DOSSIÊ - Trabalho e trabalhadores no rural brasileiro