TERCEIRIZAÇÃO: IMPLICAÇÕES SOBRE OS SETORES ELÉTRICO E AUTOMOTIVO BRASILEIROS

  • Cristiano Vinicius Ferreira
  • Liana Carleial
  • Lafaiete Neves

Resumo

A globalização aproximou os mercados, acirrou a concorrência entre as firmas e a necessidade de maior produtividade a menores custos de produção. Essa reestruturação produtiva teve impacto sobre vários setores econômicos bem como sobre o mercado de trabalho. Este artigo discute a prática de terceirização da força de trabalho nos setores elétrico e automotivo, prática essa que vem aumentando muito nos últimos anos. Esses setores são estratégicos para uma economia que enfrenta uma busca pelo desenvolvimento; a energia é elemento central para o desenvolvimento produtivo e para o bem-estar das famílias e o automotivo, por muito tempo considerado carro-chefe das economias capitalistas, por ser capaz de agregar vários postos de trabalho ao longo da sua cadeia produtiva. Após a reestruturação produtiva das empresas desses dois setores e seus impactos sobre o mercado de trabalho, foi observado aumento dos níveis de lucros, resultado da maior produtividade e do enxugamento dos custos, porém, há evidências de um aumento significativo dos acidentes de trabalho bem como de ampliação da exploração e superexploração dos trabalhadores nesses setores. Por isso, nesta pesquisa avalia-se como a terceirização, fruto da busca por maior produtividade a menores custos, impactou sobre o mercado de trabalho nos dois casos sob análise.

Referências

Globalization has brought markets closer together, made competition between firms more fierce and increased the need for higher productivity at lower production costs. This productive restructuring has had an impact on several economic sectors and the labor market. This article discusses the practice of outsourcing the workforce in the electric and automotive sectors. This has become more commonplace in recent years. These sectors are strategic in an economy that is facing a drive for development: energy is a key element to productive development and the well-being of families; and the automotive sector, for a long time considered the flagship of capitalist economies, provides many jobs throughout its chain of production. Following the productive restructuring of companies in these two sectors, profit levels rose as a result of higher productivity and reduced costs. However, there is evidence of a significant rise in the number of accidents in the workplace and the exploitation or overexploitation of workers in these sectors. Therefore, this study evaluates how outsourcing, the result of a drive for higher productivity at a lower cost, has affected labor in both of the sectors in question.

Seção
Dossiê: Precarização do trabalho: o outro lado da “modernização” produtiva