INDIVÍDUO E SOCIEDADE: relações de continuidades e descontinuidades da antropologia filosófica nas ciências sociais

  • Marco Vinicius de Castro UFJF
Palavras-chave: Indivíduo, Sociedade, Continuidades e Descontinuidades.

Resumo

Este artigo tem como objetivo fazer um ensaio analítico das noções de indivíduo e sociedade da sociologia clássica, enfatizando Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber, e refletir como tais noções podem ter sido construídas em relações de continuidades e descontinuidades com a antropologia filosófica nas ciências sociais, principalmente de Thomas Hobbes e Jean-Jacques Rousseau. Para isso, foi feita uma revisão bibliográfica não com o intuito de comparar, mas de aproximar e distanciar tais autores por meio do apontamento genérico de suas principais ideias e reflexões. Ao final dessa breve discussão bibliográfica, espera-se que seja possível identificar as continuidades e descontinuidades nos pensamentos expostos desses autores, assim como mostrar que as noções de indivíduo e sociedade da sociologia clássica podem ter sido influenciadas pelas continuidades e descontinuidades inerentes ao debate da antropologia filosófica nas ciências sociais.

Biografia do Autor

Marco Vinicius de Castro, UFJF

Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCSO) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Publicado
2020-05-17
Como Citar
CASTRO, M. V. DE. INDIVÍDUO E SOCIEDADE: relações de continuidades e descontinuidades da antropologia filosófica nas ciências sociais. CAOS – Revista Eletrônica de Ciências Sociais, v. 1, n. 24, p. 205-226, 17 maio 2020.