Logoterapia organizacional: Considerações e possibilidades em um Hospital Universitário

  • Pablo Lincoln Sherlock de Aquino Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
  • Thiago Antônio Avellar de Aquino Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Resumo

O presente artigo apresenta as possibilidades de aplicação da Logoterapia e Análise Existencial no contexto laboral hospitalar. Como base do estudo, foram consideradas as atuações e avaliações do serviço de psicologia na ala pediátrica do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) no estado da Paraíba. As observações expostas neste trabalho foram realizadas sobre a atuação de profissionais da assistência ao paciente, sejam médicos, residentes, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem com o intuito de ressaltar a importância da promoção de melhorias na relação paciente x equipe médica por intermédio da reflexão existencial sobre o sentido de vida nas atividades laborais. Ao final, considera-se a importância da aplicabilidade da Logoterapia e Análise Existencial no contexto laboral hospitalar como forma de promover uma percepção direcionada para o sentido do trabalho. Palavras-chave: Sentido de Vida no Trabalho; Psicologia do Trabalho; Ambiente Laboral Hospitalar.

Biografia do Autor

Pablo Lincoln Sherlock de Aquino, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
Psicólogo da Universidade Federal de Campina Grande/ Hospital Universitário Alcides Carneiro. Especialista em Gestão de Recursos Humanos. Email: psi.paquino@gmail.com; pablo.aquino@huac.ufcg.edu.br. Endereço: Universidade Federal de Campina Grande - Rua Carlos Chagas, s/n – Bairro São José – CEP 58107-670, Campina Grande/ Paraíba.
Thiago Antônio Avellar de Aquino, Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Psicólogo professor adjunto da Universidade Federal da Paraíba (Departamento de Ciências das Religiões). Doutor em Psicologia Social. Email: logosvitae@ig.com.br.
Publicado
2015-04-10
Seção
Estudos Teóricos