CONSIDERAÇÕES SOBRE TRANSITIVIDADE E ENSINO DE LÍNGUA MATERNA

  • Nedja Lima de Lucena UFRN

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir o fenômeno da transitividade e sua relação com o ensino de língua materna. Tradicionalmente, a transitividade é tratada em termos sintático-semânticos como uma propriedade intrínseca ao verbo. Entretanto, pesquisas alinhadas à linguística funcional norte-americana mostram que a transitividade é uma noção gradiente que se manifesta na oração como um todo. Nessa perspectiva, a transitividade é explicada em termos de prototipia; desse modo, uma oração que codifica um evento transitivo prototípico implica as seguintes propriedades: agentividade do sujeito, perfectividade do verbo e afetamento do objeto. Essas propriedades são investigadas neste trabalho e relacionadas a questões de ensino-aprendizagem de língua. O presente trabalho foi realizado com apoio do CNPq, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Brasil.
Publicado
2013-02-21
Seção
Artigos